3
1

Africom confirma apreensão de cocaína avaliada em mais de 300 milhões de dólares

Cláudio Gomes
1
2
Foto:
DR

A apreensão resulta de numa operação conjunta entre a Polícia Judiciária (PJ) cabo-verdiana e o Comando das Forças Armadas norte-americanas para África (Africom), conforme noticiou a lusa.

Apoiado também pela Secção Central de Investigação de Tráfico de Estupefacientes, realizada em conjunto com as Forças Armadas, através da Guarda Costeira, coordenada pelo Centro de Análise e Operações Marítimas - Narcóticos (MAOC-N), a operação permitiu apreensão de quase seis toneladas de cocaína avaliada em 350 milhões de dólares.

De acordo com uma notícia publicado hoje pela agência portuguesa de notícias, para interceptar o barco que navegava e transportava a carga suspeita em águas cabo-verdiana, foram mobilizados um navio de guerra da Marinha norte-americana “USS Hershel ‘Woody’ Williams”, de 239 metros, uma base móvel expedicionária, com fuzileiros navais dos Estados Unidos da América (EUA).

“As nossas parcerias de longo prazo com os Estados africanos, incluindo Cabo Verde, são vitais para enfrentar ameaças como terrorismo, tráfico ilícito e pirataria, e construir capacidade na região para garantir segurança e estabilidade a longo prazo”, afirmou o director de operações do Africom, major-general Gregory Anderson, citado pela Lusa.

A PJ de Cabo Verde anunciou, recentemente, ainda no âmbito da parceria entre os órgãos, a apreensão de 5.668 quilogramas de cocaína numa embarcação de pesca “oriunda do Brasil”, detendo cinco brasileiros e dois montenegrinos.

A maior operação antidroga em Cabo Verde aconteceu em 31 de janeiro de 2019, com a apreensão de 9,5 toneladas de cocaína em 260 fardos, num navio que navegava em alto mar com bandeira do Panamá e tripulação russa.