3
1

AGT arrecada receitas fiscais históricas de 10,3 biliões de Kwanzas

Mariano Quissola
14/12/2022
1
2
Foto:
Isidoro Suka

Receitas fiscais petrolíferas continuam a ser a principal fonte. O Imposto Sobre Valor Acrescentado (IVA) lidera as receitas do sector não petrolífero.

De Janeiro a Setembro deste ano, a Administração Geral Tributária (AGT) arrecadou receitas fiscais na ordem de 10,3 biliões de Kwanzas. Deste valor, 7.079, biliões são de origem do sector petrolífero e 3.252 do sector não petrolífero.

A informação foi avançada na manhã desta quarta-feira, 14, pelo Presidente do Conselho de Administração (PCA) da AGT, José Leiria, durante um encontro com jornalistas de distintos órgãos de comunicação social, no âmbito do 8.° aniversário da instituição tutelada pelo Ministério das Finanças (MINFIN).

O gestor disse tratar-se de um dado novo na história do sistema fiscal angolano, porque foi a primeira vez que se arrecada receitas deste volume.

"É o primeiro ano, na história fiscal de Angola, que se arrecadam receitas de dois dígitos de bilhões", afirmou José Leiria.

O IVA (22%), o Imposto Industrial (15) e o IRT (-1%) foram os que mais contribuíram nas receitas não petrolíferas.