1

Angola adere gradualmente à Zona de Comércio Livre da SADC

O secretário de Estado do Comércio, Amadeu de Jesus Leitão Nunes disse que o processo de adesão de Angola à Zona de Comércio Livre da SADC deverá concretizar-se até Junho 2019.

1
2
Cláudio Gomes
Fotografia
:
DR
Cláudio Gomes

Estainformação foi avançada, esta semana, em Luanda, durante o Primeiro Fórum sobreAcordos Comerciais e Regionais. Acrescentando, o dirigente afirmou que aefectivação do plano de adesão enquadra-se na meta traçada pelo Executivo.

O secretário de Estado, considerou a integração regional uma“janela de oportunidades”, tendo em conta a eliminação de barreiras comerciais,tarifárias e não tarifarias.

“Estudos concluem que um elevado nível de protecção reduz aprodutividade e impede a difusão de tecnologias e conhecimentos”, apontou. 
Por outro lado, o secretário de Estado para aEconomia, Sérgio dos Santos, disse que a adesão vai ser feito de forma faseada,e vai salvaguardar o crescimento de algumas cadeias de valores de produtos ondeo país oferece vantagens competitivas em relação aos parceiros da Região.

O dirigente disse, também, que  para se estabelecertrocas, os países têm de oferecer os produtos com maior competitividade.

“A nossa estratégia passa primeiro por definirmos o que é prioritário produzir e, depois, elaborar-se uma lista de produtos que nos permita entrar para esse processo de integração”, afirmou, salientando que a melhoria do ambiente interno de negócios é outro elemento a ter em conta no processo.

Acrescentando, Sérgio dos Santos, alertou sobre a necessidadede se reduzir ao máximo o custo de instalação de um negócio ou de umaempresa, que actualmente leva em média três a quatro anos.

A SADC é uma comunidade de 307 milhões habitantes e com um Produto Interno Bruto (PIB) de 707 mil milhões de dólares.

7