3
1

Angola e África do Sul definem nova visão estratégica de negócios

Pelo menos 25 empresas sul-africanas estão confirmadas para participação no fórum de negócios Angola/África do Sul que abre, na segunda-feira, dia 9 de Setembro, em Luanda.

1
2
José Zangui
Fotografia
:
DR
José Zangui

As trocas comerciais entre Angola e África do Sul, em 2018, cifraram-se em 5.497.126. 263 kwanzas (230 milhões de randes) revelou, esta semana, o embaixador sul-africano, em Angola, Fannie Mfana Phakolo, numa conferência de imprensa, durante a qual anunciou a participação de uma missão de 25 empresas do seu país num fórum de negócios que vai decorrer até ao dia 13 de Setembro.

De acordo com o diplomata actualmente, as exportações sul-africanas resumem-se a produtos da cesta básica, sobretudo com a cadeia de supermercado Shoprite, presente em 15 províncias, enquanto no sentido inverso o petróleo e seus derivados continuam a liderar as importações.

Promovido pelo Ministério do Comércio e Indústria da África do Sul, o fórum de negócio é visto pelas partes como uma oportunidade para o estabelecimento de novas parcerias entre empresas dos dois países.

O adido comercial da Embaixada sul-africana em Angola, Meshack Mathye, afirmou que os empresários do seu país estão focados no mercado angolano, o que é facilitado pela representação diplomática, através de canais apropriados para a criação de um bom ambiente de negócios.

Meshack Mathye referiu que 30 empresas sul-africanas estão implantada sem Angola, um sinal de “equilíbrio” para o desenvolvimento da região, em contraponto às parcerias fora do continente africano.

O evento, segundo ainda o adido comercial da embaixada Africa do Sul, serve para mudar a visão actual segundo a qual os dois países têm privilegiado as relações entre países africanos. Mathye desvaloriza tal visão, esclarecendo que África está aberta ao mundo.

África do Sul vai trazer no fórum, empresas dos sectores de construção, minas, infra-estruturas, indústria, agricultura, agropecuária e serviços.

7