3
1
PATROCINADO

Angola e Cabo Verde assinam plano de acção para dinamizar sector turístico

Sebastião Garricha
12/6/2024
1
2
Foto:
Cedida pela fonte

O instrumento prevê, entre outras acções, a implementação da Taxa do Turismo em Angola, uma ferramenta essencial para a arrecadação de receitas e desenvolvimento sustentável do sector.

O Instituto de Fomento Turístico de Angola (INFOTUR), de Angola,  e o Instituto  do  Turismo  de  Cabo  Verde (ITCV) assinaram, nesta terça-feira, 11 de Junho,  na Ilha do Sal, capital turística de Cabo  Verde,  um plano  de  acção  do sector, de acordo com uma nota de imprensa enviada à redacção da Economia & Mercado.

O Memorando  de  Entendimento  que  deu  origem  a  este  plano  de  cooperação foi assinado entre  os dois países em 2019 e determina a  valorização  da  oferta  e  promoção  dos  destinos,  captação  de  investimentos,  formação  técnico-profissional,  participação  nos  principais eventos do sector e a troca de experiência.  

De acordo com a nota, a assinatura do instrumento prevê, entre outras acções, a  implementação  da  Taxa  do  Turismo  em  Angola,  uma  ferramenta  “essencial” para a arrecadação de receitas e desenvolvimento sustentável  do sector.  

Fizeram parte deste momento o director geral do INFOTUR, Afonso Vita,  e o director do Instituto do Turismo de Cabo Verde, Humberto Lélis. 

Além da assinatura do memorando, a visita oficial do ministro do turismo, Márcio Daniel, ficou marcada, também, por uma breve passagem pelas Zonas Turísticas Especiais (ZTE) de Cabo Verde,  que  estão  divididas  entre as de  Turismo  Integrado  e  as de  Reserva  e  Protecção que, segundo a nota, fazem  parte  das  principais  estratégias de expansão da oferta turística local.  

Na ocasião, o ministro Carlos Jorge Duarte Santos, de Cabo Verde, referiu que um dos segredos para  o sucesso do turismo daquele país consiste na existência do Fundo do  Turismo,  alimentado  pelas  receitas  provenientes  da  Taxa  Turística.