3
1

Angola é o maior importador mundial de roupa usada (fardo)

Angola é o maior importador mundial de roupa usada (fardo) oriundos da Europa e dos Estados Unidos por ausência de produção de têxteis no país, disse esta semana, em Luanda, Adérito Van-Dúnem.

1
2
Redacção_E&M
Fotografia
:
DR
Redacção_E&M

O director-geral do Instituto de Desenvolvimento Industrial fez estas considerações, no município de Viana, durante a abertura da primeira mesa-redonda sobre a questão da roupa em segunda mão em Angola, organizada pela Associação de Defesa do Consumidor (Adecor) decorrida na Casa da Juventude.

“Angola importa roupa nova no valor cerca de 170 milhões de dólares e roupa usada estimada em 65 milhões de dólares, recursos que poderiam ser poupados se as indústrias têxteis do país estivessem a funcionar em pleno’’, salientou.

O responsável disse que, em princípio, o fardo veio para suprir a necessidade de vestuário da população mais carenciada, beneficiando de isenções aduaneiras e que pela sua informalidade não contribuem para a criação de empregos nem para a arrecadação de receita fiscal para o Estado.

O dirigente disse também, de acordo com o portal de notícias Macauhub, que actualmente o seu objecto foi desvirtuado, passando a importação de roupa em segunda mão a ser uma actividade comercial e não para distribuição gratuita ou doação.

Adérito Van-Dúnem realçou, durante a sua dissertação no certame, que nos últimos anos a China entrou na concorrência do negócio de roupa usada com preços mais competitivos, o que diminuiu a importação do fardo europeu e americano.

O encontro, inserido no 58º aniversário do Dia Mundial do Consumidor a assinalar-se a 15 de Março, serviu para debater temas como a situação legal na importação de produtos usados em Angola e o papel da Inspecção-Geral do Comercio na fiscalização de produtos usados emA ngola. 

7