3
1

Angola sonda investimentos privados russos

Angola e a Rússia assinam, amanhã, 4 de Abril, dez acordos em vários sectores, no quadro da visita oficial do Presidente João Lourenço a Moscovo, em resposta do convite do seu homólogo Vladmir Putin.

1
2
Redacção
Fotografia
:
DR
Redacção

Alguns acordos, segundo o ministro das Relações Exteriores, Manuel Augusto, que serão assinados no dia em que Angola celebra o Dia da Paz e da Reconciliação Nacional, serão apenas para consolidar programas e projectos já existentes e outros tantos serão novos.

Entre os novos instrumentos, sublinhou, a área Espacial e das Telecomunicações é o “domínio novo e muito importante" para o futuro do país.

“Serão assinados cerca de dez instrumentos jurídicos”, indicou, Manuel Augusto, reforçando que o encontro entre os dois líderes tem como fundamento o desejo do reforço das relações, bem como a adaptação das relações aos novos tempos, que de acordo com o ministro, no final da visita de João Lourenço, “haverá razões para acreditar numa participação russa cada vez mais dinâmica no nosso desenvolvimento económico e social do nosso país”, sublinhou.

Segundo Manuel Augusto um dos objectivos da visita é atrair investimento privado russo, que até agora, segundo explicou, baseiam-se por uma cooperação entre empresas estatais, nomeadamente no domínio das Forças Armadas e da indústria diamantífera.

“Queremos cada vez mais uma participação do capital privado russo. É por essa razão que terá lugar um fórum económico com a participação de empresários angolanos e russos, por via do qual esperamos ver estabelecidos alguns contactos entre empresários dos dois países e passar a mensagem de forma a interessar o empresariado russo”, explicou, o ministro das Relações Exteriores.

O Kremlin será o palco da cerimónia de assinaturas dos acordos no final das conversações oficiais entre delegações dos dois países, que será antecedido de um encontro entre os dois Chefes de Estado.

Outro momento altos da visita de Estado de João Lourenço à Rússia será a cerimónia de condecoração, com a Ordem Agostinho Neto, ao Presidente Vladimir Putin, pelo Chefe do Estado angolano, João Lourenço, depois de já ter condecorado o Presidente de Portugal, MArcelo Rebelo de Sousa.

Para hoje, o Presidente da República de Angola, João Lourenço, encontra-se com o presidente da Duma, Parlamento russo, Vyacheslav Nolodin, que será sucedido de uma intervenção do Presidente João Lourenço perante os deputados.

Fórum empresarial

O Fórum Empresarial Angola-Rússia será aberto com um discurso do Chefe do Estado angolano numa das unidades hoteleiras da capital russa. O Estadista manterá, ainda, um encontro com estudantes angolanos da Universidade Russa de Amizade com os Povos, além da visita à Tesouraria-Geral do Estado (local de exposição de diamantes).

A visita do Presidente João Lourenço à Rússia termina na sexta-feira. Integram a delegação do Chefe de Estado os ministros das Relações Exteriores, Manuel Augusto, das Finanças, Archer Mangueira, das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, José Carvalho da Rocha, e dos Recursos Minerais e Petróleo, Diamantino Pedro Azevedo.

7