3
1

Bancos comerciais absorvem 350 milhões de dólares

Dados disponibilizados pelo Banco Nacional de Angola (BNA) dão conta que o mercado cambial beneficiou, nas duas primeiras semanas de Janeiro, de um total de 350 milhões de dólares.

1
2
Cláudio Gomes
Cláudio Gomes

De acordo com os dados publicados esta semana pelo Jornal de Angola, os valores foram cedidos em três sessões de leilões de divisas e participaram 18, 16 e 15 bancos em cada uma das referidas sessões.

Segundo a publicação, no que toca às taxas, a média ponderada apurada foi de 650,515; 654,314 e 654,700 kwanzas, respectivamente.

Já em relação aos dados homólogos, referente às duas primeiras semanas de Janeiro de 2020, o BNA terá disponibilizado à disposição da banca nacional 160 milhões de dólares em quatro leilões e a uma taxa média ponderada de 488,574; 489,166; 490,930 e 494,331 kwanzas. Nas referidas sessões, participaram 14, 16, 14 e 13 bancos comerciais locais.

No mês todo, refere a notícia, isto ainda em Janeiro do ano passado, foram vendidos 480 milhões de dólares num total de oito sessões de venda livre aos bancos.

Por outro lado, no que se refere a taxa de câmbio, o Jornal de Angola escreve que a semana fechou, ontem, domingo 31 de Janeiro de 2021, com o Finibanco a ser o operador com o câmbio mais atractivo, ao cobrar 657,000 kwanzas, contra os 672,750 kwanzas do Banco Comercial do Huambo, a taxa mais cara.

No euro, os bancos cobraram 804,851 kwanzas como a menor a taxa na venda (Banco Valor) e 823,655 kwanzas, a mais alta (Banco de Investimento Rural).

7
Assine a Revista Digital - Economia & MercadoAssine a Revista Digital - Economia & Mercado