3
1

Bancos europeus evitam ligações com Isabel dos Santos

Os grandes bancos internacionais estão a recusar ter relações comerciais com Isabel dos Santos e com o marido Sindika Dokolo, incluíndo o Fórum Económico Mundial de Davos (edição 2020).

1
2
Redacção_E&M
Fotografia
:
DR
Redacção_E&M

A revelação foi feita pelo jornal britânico The Guardian, que referiu que o Fórum Económico Mundial terá riscado o nome da empresária da lista de convidados que participam, a partir amanhã, em Davos (Suíça), na cimeira em que são esperados 50 Chefes de Estado e de Governo e cerca de 2.800 participantes.

Segundo este consórcio de jornalistas, escreve o Jornal de Angola, no último terço do seu mandato à frente da Sonangol, até Novembro de 2017, Isabel dos Santos fez com que a petrolífera estatal, para a qual tinha sido nomeada pelo pai, transferisse mais de 100 milhões de dólares de fundos públicos para uma empresa no offshore do Dubai, a qual também terá ligações a Isabel dos Santos.

Daquele montante, continua, cerca de 57 milhões de dólares foram pagos em três transferências executadas já depois de a empresária ter sido demitida da petrolífera por um decreto do Presidente João Lourenço.

Esta notícia surge depois de, no final do ano passado, o Tribunal Provincial de Angola ter ordenado o arresto preventivo de vários bens de Isabel dos Santos, em Angola. A Justiça angolana também ordenou que fossem congeladas contas bancárias do casal Isabel dos Santos, Sindika Dokolo e o gestor da fortuna da empresária, Mário Silva.

O jornal britânico The Guardian, que faz parte do Consórcio Internacional deJornalismo de Investigação que domingo publicou várias revelações que envolvem o nome da filha do ex-Presidente da República, José Eduardo dos Santos, escreve que, à medida que vão sendo conhecidos os escândalos a envolver a família Dos Santos, os grandes bancos têm evitado relações com o casal, por indicação dos departamentos de "compliance" que temem ficar associados a casos de corrupção. 

Ainda segundo do Jornal de Angola, o The Guardian revela que, no caso de Sindika Dokolo, pelo menos desde 2001, não consegue abrir contas bancárias em Londres e Paris.

Outro sinal de que, segundo a publicação britânica, a comunidade internacional está a evitar relações com Isabel dos Santos vem de Davos, onde o nome da empresária “foi riscado” da lista de participantes, apesar de a Unitel ser uma das patrocinadoras da reunião, com a organização a declarar que está “a reavaliar a sua participação”.

A abertura do Fórum de Davos 2020 decorre hoje, mas ontem houve uma cerimónia comemorativa do 50º aniversário do Fórum Económico Mundial.

Em Março de 2019, foi noticiado que a Unitel, detida em 25% por Isabel dos Santos, tornou-se na primeira empresa angolana a integrar a lista de Parceiros do Fórum Económico Mundial (WEF, na sigla inglesa).

7