3
1

BFA investe 250 milhões de Kwanzas em campanha solidária

O montante será distribuido por um total de 12 organizações não governamentais, que deverão apresentar projectos sociais voltados para Educação, Saúde ou Inclusão social e financeira, soube a E&M.

1
2
José Zangui
Fotografia
:
DR
José Zangui

O anúncio foi feito ontem, quinta-feira, 14 de Janeiro, durante a cerimónia de apresentação da 3ª edição do Programa BFA Solidário, enquadrado no programa de responsabilidade social do Banco de Fomento Angola, que apoia financeiramente actividades e projectos que promovam a melhoria das condições de saúde, educação e inclusão social e financeira de menores.

De acordo com os promotores do projecto, o concurso admite apenas candidatos que desenvolvam trabalhos em Angola num intervalo mínimo de três anos.

Segundo a directora de Responsabilidade Social, do BFA, Mária Assis, podem concorrer ao programa instituições privadas sem fins lucrativos, com sede em Angola, desenvolvendo actividades há no mínimo três anos. Instituições universitárias privadas, com o mínimo de cinco anos de actividade.

Na 3ª edição o Programa Solidário vai disponibilizar 250 milhões de kwanzas, a distribuir por um número máximo de 12 organizações, em três categorias, nomeadamente, Educação, Saúde e Inclusão social e financeira.

As subvenções no âmbito do programa serão disponibilizadas através de transferência para conta do fornecedor de bens ou serviço, contra a disponibilização dos respectivos comprovativos de pagamentos e a verificação da entrega dos respectivos bens.

O programa BFA Solidário existe desde 2018, foi criado para mitigar os problemas que muitas crianças em situações vulneráveis enfrentam.

Para o Presidente da Comissão Executiva do BFA, Luís Gonçalves, “ as crianças são o futuro e por isso, o BFA, abraça- as, sobretudo com projectos de saúde e ensino para que no futuro possam ingressar o mercado de trabalho, com saúde e competência”.

Fundo Social dedica 5% dos resultados liquidos do banco

O Conselho de Administração do BFA decidiu em Abril de 2005, a criação de um Fundo Social com o objectivo de apoiar financeiramente iniciativas nos domínios da saúde, educação e solidariedade social.

O fundo social, de acordo com Luís Gonçalves foi financiado inicialmente com 5% dos resultados líquidos obtidos nos exercícios de 2004 a 2008, tendo atingido uma dotação máxima no valor de 25, 86 milhões de dólares. Entre 2005 a2020, o Fundo Social do BFA, apoiou cerca de 285 projectos, com um investimento global de 20 milhões de dólares.

7
Assine a Revista Digital - Economia & MercadoAssine a Revista Digital - Economia & Mercado