3
1

CMC explica como investir no Mercado de Valores Mobiliários

Instituição disponibilizou no seu site um guia que vai permitir os investidores a obter conhecimentos sobre o funcionamento do Mercado de Valores Mobiliários angolano e como investir neste segmento.

1
2
Fotografia
:
DR

A Comissão do Mercado de Capitais (CMC) publicou, no passado dia 01 de Junho do corrente ano, o Guia de Investimento do Mercado de Valores Mobiliários angolano para investidores não residentes cambiais, em português e inglês.

O Guia está disponível no site da instituição e destina-se a todas as pessoas que pretendam adquirir conhecimentos sobre o funcionamento do Mercado de Valores Mobiliários (MVM) angolano e como investir neste segmento.

Contém igualmente uma breve descrição dos seus principais intervenientes, informação sobre as entidades reguladoras do sistema financeiro nacional e questões-chave que um investidor deve considerar perante o seu agente de intermediação, antes de tomar uma decisão de investimento.

A estrutura do Mercado de Valores Mobiliários (MVM) angolano foi desenhada e implementada com o objectivo de proporcionar aos investidores um ambiente regulado e supervisionado onde possam diversificar os seus investimentos.

O MVM é composto por dois grandes segmentos, nomeadamente o Mercado de Bolsa e os Mercados de Balcão. O primeiro carecteriza-se por ser um mercado regulamentado e destina-se exclusivamente à negociação à vista de acções, obrigações, direitos destacados no âmbito de ofertas públicas e outros direitos representativos de situações homogéneas.

Neste segmento de mercado, o nível de exigência para admissão a negociação é mais elevado, sendo que as negociações ocorrem pelo método de “order driven”. Assim, excluem-se da Bolsa todos os outros instrumentos financeiros, nomeadamente derivados, mesmo que representados por valores mobiliários.

Já os Mercados de Balcão Organizado são igualmente regulamentados, mas a diferença é que destinam-se à negociação de instrumentos financeiros que não cumpram todos os requisitos para admissão e negociação em Bolsa. Neste segmento de mercado, admite-se diversos métodos de negociação, incluindo o “quote¬¬ driven”1 e o registo de operações bilaterais não liquidadas.

A Bolsa de Dívida e Valores de Angola (BODIVA), canal por via do qual é operacionalizado o MVM, coloca à disposição dos investidores, a negociação dos diferentes tipos de instrumentos financeiros, com regras, sistemas e procedimentos que garantem a equidade e a integridade do mercado.

7
Assine a Revista Digital - Economia & MercadoAssine a Revista Digital - Economia & Mercado