3
1

Decisão do BNA “empurra” kwanza para a depreciação

A decisão de o Banco Nacional de Angola (BNA) retirar o limite de 2% à variação do kwanza foi o “gatilho provável” da forte depreciação da moeda em Outubro, segundo a Economist Intelligence Unit.

1
2
Redacção_E&M
Fotografia
:
DR
Redacção_E&M

A decisão, anunciada a 23 de Outubro, é, na perspectiva da consultora, o motivo para a repentina depreciação do kwanza, e não o aumento da procura por produtos nas vésperas do natal nem a falta de dólares no mercado.

Numa nota sobre a recente depreciação do kwanza em mais de 30% desde o início do ano, enviada aos investidores e a que a Lusa teve acesso, os analistas assumem estar surpreendidos com a manutenção da taxa de juro de referência na última reunião do Comité de Política Monetária (CPM) do BNA, já que contribui, argumentam, para aumentar a pressão sobre os preços.

“Contrariamente às expectativas do mercado, o CPM manteve a taxa de referência nos 15,5% e manteve a taxa de empréstimos nocturnos nos 0%", escrevem os analistas, notando que esta decisão "foi uma surpresa e é possível que vejamos uma subida nos preços dos consumidores, que já estão sob pressão no seguimento do lançamento em Outubro do IVA, com uma taxa de 14%”.

7