3
1

“É possível começar um negócio com pouco dinheiro”

Aida António Paim Ribeiro, 36 anos de idade, casada, define-se como uma pessoa de sonhos e acredita que é possível os jovens começarem negócios sem recurso à banca.

1
2
Fotografia
:
Carlos Aguiar

De 36 anos de idade, casada, a gestora define-se como uma pessoa de sonhos e acredita que é possível os jovens começarem negócios sem recurso à banca. É licenciada em Gestão de Empresas, em Angola, depois de ter desistido do curso de Psicologia, no Huambo. Fez formação avançada na mesma área, no Brasil e hoje administra um negócio na área da estética.

Como caracteriza actual ambiente económico do país?

Um clima de muitas dificuldades, em que muitas empresas tiveram de travar novos projectos e, pior ainda para nós, que nos consideramos pequenos empreendedores. Mas é preciso acentuar que as dificuldades económicas surgem sempre e que temos de saber desafiá-las e acreditar que passam. O país não está perdido.

É dona de dois conhecidos Institutos de Beleza e Estética. Como é que tudo começou?

Comecei no mundo do empreendedorismo muito cedo, com um espaço de beleza no quintal da minha mãe, no Sambizanga, em Luanda, onde tratava do cabelo de clientes e vendia presentes para dias festivos. Fui sempre criativa. A casa da minha mãe é perto do ex-mercado Roque Santeiro, onde cedo fui buscar inspiração. Mais tarde, em 2006, montei o primeiro negócio oficial, o Salão de Beleza Celebridade. Foi vandalizado, mas não desisti. Para mim, a beleza é uma paixão. Não sou do tipo de pessoa que se forma e luta para conseguir emprego na Sonangol ou na Administração Geral Tributaria (AGT). Podemos ter sucesso com o nosso próprio negócio. Em 2016 fui ao Brasil fazer uma formação na área de estética e, mais tarde, regressei ao mesmo país para fazer um curso de aceleração em gestão empresarial, embora já tivesse uma licenciatura em gestão empresarial feita em Angola.

Frase de gestão

Crescer, mas fazendo amadurecer um projecto e só depois apostar no outro. Crescer bicando grão a grão, como a galinha que enche o papo

Perfil

Aida António Paim Ribeiro, 36 anos de idade, casada, define-se como uma pessoa de sonhos e acredita que é possível os jovens começarem negócios sem recurso à banca. É licenciada em Gestão de Empresas, em Angola, depois de ter desistido do curso de Psicologia, no Huambo. Fez formação avançada na mesma área, no Brasil e hoje administra um negócio na área da estética.

Leia o artigo completo na edição de Novembro da Economia & Mercado ou assine em https://appeconomiaemercado.com/office/cliente/angola/login.php

“It is possible to start a business with little money”

“Grow, but mature one project before moving on to the other. Grow, pecking grain by grain, like the chicken that fills its crop”, é a maxima de gestão da empreendedora Aida Ribeiro.

Aida António Paim Ribeiro, 36 years old, married, defines herself as a person of dreams and believes that it is possible for young people to start businesses without asking for bank loans. She has a degree in Business Administration, in Angola, after giving up the Psychology course in Huambo. She did advanced training in the same area in Brazil and today manages businesses in the beauty treatment market.

How would you characterize the country’s current economic environment?

A time of many difficulties, in which many companies have had to stop new projects and even it’s worse for us, small entrepreneurs. But we must note that economic difficulties always arise and we have to know how to face these challenges and believe that they will pass. The country is not lost.

You own two well-known Beauty and Cosmetic Institutes. How did it all start?

I entered the world of entrepreneurship very early, with a beauty salon in my mother’s backyard, in Sambizanga, Luanda, where I did my clients’ hair and sold party gifts. I was always creative. My mother’s house is near the former Roque Santeiro market, my early source of inspiration. Later, in 2006, I set up the first official business, the Celebridade Beauty Salon. It was vandalized, but I didn’t give up. For me, beauty is a passion. I’m not the kind of person who graduates and struggles to get a job at Sonangol or the General Tax Administration (AGT). We can succeed with our own business. In 2016, I went to Brazil to train in beauty treatments. Later, I returned to the same country to do a quick business management course though I already had a degree in business management done in Angola.

Management saying

Grow, but mature one project before moving on to the other. Grow, pecking grain by grain, like the chicken that fills its crop

Profile

Aida António Paim Ribeiro, 36 years old, married, defines herself as a person of dreams and believes that it is possible for young people to start businesses without asking for bank loans. She has a degree in Business Administration, in Angola, after giving up the Psychology course in Huambo. She did advanced training in the same area in Brazil and today manages businesses in the beauty treatment market.

Read the full article in the November issue of Economia & Mercado Magazine or subscribe at https://appeconomiaemercado.com/office/cliente/angola/login.php

7
Assine a Revista Digital - Economia & MercadoAssine a Revista Digital - Economia & Mercado