3
1

ELITE SERVICE, KWANZA NET e BIG BIZNESS exercem actividade “ilegal” no mercado, diz BNA

Mariano Quissola
1
2
Foto:
DR

A E&M contactou o fundador da KWANZA NET, José Soriano Sumbo e disse que a sua empresa opera no sector de marketing digital e não no sector financeiro, acrescentando desconhecer o comunicado do BNA.

O Banco Nacional de Angola (BNA) considera “ilegal” o exercício de actividade financeira das empresas “ELITE SERVICE”, “KWANZA NET” e “BIG BIZNESS,” que comercializam cartões de pagamento internacional, através da rede VISA, carteira para reserva de emergência e poupança em moedas estrangeiras e depósitos a prazo em moedas estrangeiras, bem como o comércio de câmbio.

“Neste sentido, ao abrigo do disposto na Carta – Circular n.º 01/DCF/2022, de 03 de Fevereiro, apela-se às instituições financeiras bancárias e ao público em geral que se abstenham de estabelecer qualquer relação de negócio com as mesmas, bem como aos seus promotores, de se absterem de praticar qualquer acto passível de ser qualificado como crime”, lê-se num comunicado publicado no seu site.

A E&M contactou o fundador da KWANZA NET, José Soriano Sumbo e disse que a sua empresa opera no sector de marketing digital e não no sector financeiro, acrescentando desconhecer o comunicado do BNA.

“Não trabalhamos no sector financeiro. A Kwanza Net trabalha com marketing digital, online”, afirmou o pretenso gestor da empresa.

Entretanto, informações disponíveis no website da empresa indicam que a Kwanza Net emite cartão Mastercard ou Visa virtual, com as mesmas características de um cartão físico, que se destina à realização de compras online na internet.

“Efectue um pagamento em Kwanza de acordo ao montante em dólar que pretende obter em seu cartão, a partir de 10 dólares, sob o câmbio de 1 dólar equivalente à 620 kwanzas. Os cartões são emitidos dentro de 15 minutos após a confirmação dos valores em nossa conta bancária, obs: nenhum documento é exigido”, lê-se no sítio da interne da Kwanza Net.

Questionado o gestor, Soriano, sobre esta informação conferia, respondeu nos seguintes termos: “nós apenas vendemos gift card, cartões necessários para pagamento na Netflix e alguns aplicativos de streaming, um curso online”.

Soriano disse que o cliente interessado nos seus serviços deve contactar a empresa por e-mail, pelo telefone ou ainda pelas suas redes, porque todo o serviço é feito online.

Continuamos a desenvolver esforços no sentido de contactar as duas outras empresas visadas no comunicado do BNA, como estando a exercer actividade financeira “ilegal”.