3
1

Endiama e Rio Tinto assinam contrato de investimento mineiro

Um contrato de investimento mineiro, relativo à concessão de diamantes “Chiri”, na província da Lunda Norte, foi recentemente assinado, em Portugal, pela Endiama e a anglo-australiana Rio Tinto.

1
2
José Zangui
Fotografia
:
DR
José Zangui

O contrato foi rubricado pelo presidente do Conselho de Administração da Endiama, Ganga Júnior, e por Kennerhbe Tainton, representante da Rio Tinto.

De acordo com o estabelecido no Decreto Presidencial nº 298/18 de 5 de Dezembro, a área de exploração que foi objecto dos entendimentos alcançados nas várias rondas negociais, realizadas com a Rio Tinto, desde Abril de 2019, tem uma extensão de 108 km², com prazo de exploração de 35 anos.

O documento de investimento mineiro prevê, numa fase inicial, interesses participativos de 75% para a Rio Tinto Angola e de 25% para a Endiama e a constituição de uma joint venture.

O contrato, que terá a duração de cinco anos, acautela ainda a possibilidade de a parte angolana aumentar a sua participação até 49%.

A margem da cerimónia, o ministro dos Recursos Minerais, Petróleo e Gás, Diamantino Azevedo, disse a imprensa que, a breve trecho, pretende-se atingir uma produção de 14 milhões de kilates anuais de diamantes, razão pela qual, ressaltam o acordo ora assinado, com o fim de se dar passos neste desiderato.

7
Assine a Revista Digital - Economia & MercadoAssine a Revista Digital - Economia & Mercado