3
1

Endividamento do sector privado cai para 4,46 biliões de Kz em Setembro 

Redacção_E&M
1
2
Foto:
DR

Crédito bruto ao sector não financeiro fixou-se em 4,83 biliões Kz, em Setembro, registando um aumento de 26,74 mil milhões Kz, em relação ao mesmo período do ano anterior.

O endividamento do sector privado, concretamente nas empresas privadas e particulares, registou uma redução de 7,67 mil milhões Kz, ao passar de 4,47 bilhões Kz em Setembro de 2021, para 4,46 biliões em Setembro de 2022.

De acordo com o documento publicado pelo Banco Nacional de Angola (BNA), referente as estatísticas de créditos concedidos, o endividamento das empresas privadas não financeira era correspondente a 3,50 biliões Kz, com uma diminuição de 69,58 mil milhões Kz, e o endividamento dos particulares correspondia a 955,94 mil milhões Kz, com um aumento de 61,91 mil milhões Kz.

No cômputo geral, o crédito bruto ao sector não financeiro fixou-se em 4,83 biliões de Kz, tendo registando um aumento 0,56%, em relação ao período homólogo, onde, 92,26% representava o endividamento do sector privado e 7,74% o endividamento do sector público (administração pública e empresas públicas).

O documento refere ainda que as indústrias transformadoras lideraram o pedido de crédito com 500,61 mil milhões Kz em Setembro, seguidas da agricultura, produção animal, caça, floresta e pesca com 355,46 mil milhões Kz e Indústrias extractivas com 107,73 mil milhões Kz.