3
1

EPAL e Odebrecht preparam plano de contingência

Três equipas compostas por 26 técnicos serão destacadas para assegurar o normal fornecimento de água potável nas zonas Norte e Sul do município de Luanda.

1
2
Fotografia
:
DR

A estratégia resulta de uma concertação realizada recentemente entre a Empresa Provincial de Abastecimento de Água de Luanda (EPAL-EP) e a Odebrecht, empresa de engenharia e construção, enquadrada no âmbito da implementação do plano de contingência contra o Covid-19.

A indicação dos técnicos que vão coordenar os trabalhos das respectivas equipas está sob a responsabilidade da EPAL-EP e também da Odebrechet. Assim sendo, a Odebrechet disponibilizará, para o efeito, sete camiões cisternas, dois camiões gruas, dois autocarros,seis carrinhas e material diverso de reposição, além de um gerador de100 KVA.

A parceira foi criada para suprir as necessidades da EPAL-EP, que se depara com dificuldades de meios como máquina rectro-escavadoras, camiões basculantes, máquinas de corte de asfalto, entre outros.

Os técnicos provenientes de Laúca, segundo o Jornal de Angola, entre engenheiros, encarregados, canalizadores e auxiliares, poderão integraras equipas de trabalho, considerando o levantamento geral feito pelas duas empresas nacionais.

7