1

Estrada Nacional 140 intervencionada

Cerca de 15 Km de estradas registam melhorias significativas ao longo do troço Lucala – Samba Cajú, na província do Cuanza-Norte, fruto de acções de intervenção levadas a cabo pelo Fundo Rodoviário.

1
2
Cláudio Gomes
Fotografia
:
DR
Cláudio Gomes

A respectiva intervenção resulta do cumprimento das responsabilidades deste órgão afecto ao Ministério das Finanças que visa essencialmente, a conservação e manutenção de estradas a nível do território nacional.

A margem da circunscrição intervencionada, lê-se na nota de imprensa chegada a redacção da Economia & Mercado, o Fundo Rodoviário pretende intervencionar  mais 52 Km de extensão ao longo da Estrada Nacional (EN) 140, perfazendo no final da empreitada um total previsto de 67 Km conforme a extensão contratual.

As acções ao longo da via, resultam da “identificação de pontos críticos” que  foram alvo de “corte no asfalto e aplicação de nova camada e recelagem” por parte dos brigadistas do FR destacados no perímetro.

O documento informa ainda, que os trabalhos de manutenção e conservação na EN 230 no perímetro que liga o troço Ndalatando – Lucala, terminaram com êxitos.

Tapa buracos em Luanda

O referido documento informa também, que na sequência do cumprimento das suas obrigações, o Fundo Rodoviário realizou acções de intervenção noturnas de tapa buracos em mais de dez artérias da cidade de Luanda, com vista a conferir maior comodidade ao automobilistas e demais transeuntes.

Indica a nota que a “operação visou repor o tapete asfáltico de algumas vias e facilitar os transeuntes que trafegam”.

Foi feito um exaustivo trabalho de manutenção da via que liga a Universidade Católica ao INEA passando pela polícia na zona do Capolo, trabalho feito a nível do pavimento e também a reparação dos órgãos de drenagem do troço.

Entre as vias destaca-se: a Alípio Macueria, Frescangol, Cuca, António Barroso, Senado da Câmara, Mortala Mohamed, Hoji-Ya-Henda, avenida 21 de Janeiro, Estrada da Samba, Rua Ngola Kiluange, Kikolo, rua do MAT, entre outras.

O Fundo Rodoviário (FR) é o órgão do Executivo angolano, responsável pela a execução do Programa Nacional de Conservação e Manutenção de Estradas (PNCME).

O projecto de brigadas perspectiva a realização de serviços em 14 mil quilómetros de estradas por todo o país. Cada uma das 560 brigadas previstas em todo País pelo programa, contará com 20 membros, totalizando assim 11.200 postos de trabalho.

 

7