3
1

Exportações superam três vezes mais as importações e já valem 24% do OGE

O resultado positivo alcançado foi motivado pelo “boom” do preço do petróleo, representando 95% de toda a estrutura de exportação dos primeiros três meses do ano.

1
2
Fotografia
:
DR

As Exportações de diversas mercadorias em  Angola, entre Janeiro e Março deste ano, foram no valor de 6,37 biliões de kwanzas. Este montante representa um aumento de 42%, se comparado com o mesmo período de 2021, de acordo com o documento sobre a Balança Comercial do Instituto Nacional de Estatística (INE).

Por sua vez, as importações foram de 1,80 biliões de kwanzas, caracterizando um aumento homólogo na ordem de 16%. Com isto, a diferença entre as duas rubricas, que são as exportações menos as importações, leva a um saldo positivo de 4,55 biliões de kwanzas das transacções comerciais do país, nos primeiros três meses do ano.

Cálculos feitos, o saldo neste período representa 24% das receitas estimadas de 18,7 biliões de kwanzas no Orçamento Geral do Estado (2022).

Comparativamente as duas rubricas, a taxa de cobertura, que é o total das exportações a dividir pelo total das importações, em termos percentuais, foi de 348,5%. Isso quer dizer que as exportações valem mais do que três vezes mais que as importações. Dito de outro modo, só com o total de dinheiro conseguido com as vendas de produtos no exterior (exportações), dá para cobrir mais de nove meses de importação de mercadorias no país.

Este resultado positivo foi motivado, principalmente, pelas exportações de combustíveis (petróleo) representando 95% de toda estrutura de exportação, seguida da categoria de bens de consumo com 4%, bens intermédios com 1,2% e bens de capital com 0,2%.

7
Assine a Revista Digital - Economia & MercadoAssine a Revista Digital - Economia & Mercado