3
1

Fabrimetal preocupada com a sustentabilidade ambiental

Preocupada com o meio ambiente, e com a segurança das comunidades circunvizinhas, a empresa construiu uma zona de sucção de fumo na sua unidade fabril localizado no polo industrial de Viana.

1
2
Cláudio Gomes
Fotografia
:
DR
Cláudio Gomes

De acordo com uma nota da empresa, a que a Economia & Mercado teve acesso hoje, sexta-feira, 29 de Janeiro, a coclusão da instalação da zona de sucção de fumo foi concluída recentemente e custou cerca de dois milhões de dólares, investidos no âmbito da política de responsabilidade social e ambiental.

Enquadrada na celebração da semana nacional do ambiente, a iniciativa reverte-se de elevada importância pois, segundo a nota da Fabrimetal, assegura o crescimento da indústria sem comprometer de forma irreversível e significativa, os recursos naturais que estão cada vez mais escassos e limitados.

Neste sentido, a engenheira Ambiental da Fabrimetal, Maria Francisco, disse, citada no documento, que a grande questão a nível ambiental reside em identificar como os restantes resíduos gerados no processo produtivo, escórias e cinzas oriundas do processo de extracção de fumos, são efectivamente reutilizados em outros processos, dando assim continuidade à economia circular.

Para a especialista, a compra e venda da sucata é um segmento de negócio que está em crescimento, devido às suas propriedades físico-químicas. Além disso, salientou, Maria Francisco, esse mercado também ajuda a diminuir o impacto ambiental, pois não sobrecarrega os aterros sanitários e industriais.

“A iniciativa de utilizar a sucata na fabricação de novos produtos também promove a economia circular. Ou seja, gera milhares de empregos, fomenta uma nova e importante cadeia económica e reduz o custo de diversos processos de produção que podem utilizar esse material no lugar de matéria-prima virgem”, salientou a especialista citada na nota em posse da Economia & Mercado.

De acordo com o documento, a Fabrimetal,  é uma Indústria Siderúrgica, de direito angolano, de capitais estrangeiros, conta com 50 fornecedores que recolhem uma média diária de 400 toneladas de sucata nos mais variados ponto do país.

É líder do mercado há mais de 10 anos na produção de aço, integrando um grupo empresarial com unidades fabris também na RDC, Ruanda, Ghana, Burkina Faço, Mali e Senegal.

7
Assine a Revista Digital - Economia & MercadoAssine a Revista Digital - Economia & Mercado