3
1

Facilcred concede mais de 438 milhões de kwanzas em microcréditos

A sociedade de microcréditos concedeu financiamentos acima dos 438 milhões de kwanzas, que foram aplicados nas províncias de Luanda, Huambo e Namibe, informa um comunicado do BNI.

1
2
Fotografia
:
DR

O documento recepcioando hoje, quinta-feira, 8 de Abril, pela Economia & Mercado, informa que a Facilcred financiou, em estrita parceria com o Banco BNI, negócios nos sectores da agricultura, processamento e comércio de pescado, agronegócio, recolha de resíduos sólidos, logística e distribuição.

Entre os financiamentos, refere o comunicado do Banco BNI, o destaque vai para os 367 projectos no sector da agricultura, 66 projectos para o sector de processamento, comercio de peixe e pesca; 2 projectos no sector do agronegócio; 1 no sector da recolha de resíduos sólidos e 1 no sector da logística e distribuição.

Segundo lê-se no comunicado em posse da E&M, com a operacionalização da linha de crédito (Fundo Activo de Capital de Risco Angolano) FACRA e com a parceria BNI, a Facilcred, sociedade de microcrédito, financiou 367 projectos na província do Huambo, 70 no Namibe e dois em Luanda.

Para a administração do Banco BNI, a instituição bancária tem vindo a reforçar o apoio e o acompanhamento às Pequenas e Médias Empresas nacionais com os seus novos Centros de Negócio espalhados por todo o País, sendo o parceiro bancário da Facilcred.

Ainda de acordo com o comunicado, a Facilcred possui equipas de especialistas em microcrédito que garantem assistência às empresas dos diferentes sectores de actividade, explicando os empreendedores sobre como se desenrola todo o processo de acesso e aplicação do financiamento.  “Designadamente sobre o que devem fazer e que documentos apresentar com vista à abertura de conta que lhes possibilitam receber os apoios concedidos, assim como a sua movimentação”, informa o documento.

Recorde-se, salienta o Banco BNI, que durante os meses de Fevereiro e Março uma equipa da Facilcred, acompanhada por membros do FACRA e do Gabinete Provincial para o Desenvolvimento Económico Integrado (GAPDEI), visitou os projectos financiados nas províncias do Namibe e do Huambo.

No local, sublinha, “foi possível conhecer melhor os projectos, os beneficiários, as condições de cada actividade financiada e informar os presentes detalhadamente sobre o processo de financiamento.

Segundo a directora-geral da Facilcred, Clotilde Jesus Moreira, a referida visita permitiu, aos repsentantes do FACRA e do GAPDEI, compreenderem melhor as condições em que são atribuídos e acompanhados os financiamentos atribuídos pela Facilcred.

7
Assine a Revista Digital - Economia & MercadoAssine a Revista Digital - Economia & Mercado