3
1

Fonecom produz em Angola telefones da chinesa Xiaomi

A empresa angolana Fonecom associou-se à chinesa Xiaomi para iniciar, em 2020, a montagem de telefones em Angola, anunciou, recentemente, o empresário Horácio Moniz.

1
2
Redacção_E&M
Fotografia
:
DR
Redacção_E&M

O empresário procedeu tal anúncio ao discursar na inauguração da primeira loja oficial de “smartphones” e outros produtos electrónicos da Xiaomi, de acordo com uma notícia publicada pela ANGOP, citada pelo portal Macauhub.

O empresário disse, segundo à agência noticiosa, que as duas empresas vão investir cerca de 1,5 milhões de dólares para construir um centro logístico e outras instalações necessárias para a montagem de cem mil telefones.

A iniciativa prevê a montagem de três modelos de telefones para o mercado angolano, de baixa, média e gama alta, tendo Horácio Moniz adiantado que o que se pretende “é fornecer produtos de qualidade ao mercado nacional com preços acessíveis, a partir de quatro mil kwanzas e garantir a transferência de tecnologia.”

O empresário adiantou, segundo o Macauhub, que no final do primeiro semestre de 2020 deverão estar em funcionamento cinco lojas para a comercialização dos produtos da Xiaomi em Angola, sendo duas em Luanda e as restantes no Lubango, Benguela e Cabinda.

A Xiaomi é uma empresa chinesa com sede em Pequim criada em 2010, tendo em 2018 ficado em quarto lugar na lista dos maiores vendedores de telefones móveis, atrás da Samsung, Apple e Huawei.

7
Assine a Revista Digital - Economia & MercadoAssine a Revista Digital - Economia & Mercado