3
1

Grande Moagens desmente notícia do Expresso

A Grande Moagens de Angola (GMA) esclareceu, esta semana, em nota de imprensa enviada à redacção da Economia & Mercado (E&M), que não tem participação do Estado Angolano no seu capital social.

1
2
Cláudio Gomes
Fotografia
:
DR
Cláudio Gomes

O documento, informa ainda, que a Empresa não foi constituída com nenhum tipo de garantias do Estado angolano e, por isso, a notícia divulgada pelo jornal português Expresso, na sua edição online, no dia 29 de Janeiro, não tem qualquer fundamento no que à GMA diz respeito.

Continuando, a GMA esclarece também que existe um contrato de financiamento junto do Banco de Desenvolvimento de Angola e cujo plano de amortizações tem sido escrupulosamente cumprido pela GMA e que foi amplamente divulgado na altura da inaugurada da Empresa.


Este acordo, prosseguiu, entre as partes indicadas, (GMA e o BDA), é idêntico a outros planos de financiamento disponibilizados a outras empresas angolanas pela referida instituição financeira e rege-se no estrito âmbito das relações comerciais entre um banco e uma empresa.

“Na verdade, a GMA contratualizou com o BDA um contrato de financiamento que teve o mérito de ser apoiado por se tratar de um projecto estruturante para a economia angolana, num sector fundamental, e que está em linha com o esforço de diversificação da economia nacional, esforço esse que é partilhado pelos accionistas e demais colaboradores da GMA”, pode-se ler no documento.

7