3
1
PATROCINADO

Grandes Moagens de Angola compra 85 toneladas de trigo proveniente da Quibala

Cláudio Gomes
28/12/2023
1
2
Foto:
DR

As Grandes Moagens de Angola (GMA) comprou, recentemente, 85 toneladas de trigo em grão produzidos pela Novagrolider, de acordo com uma nota da empresa.

A GMA recebeu, esta semana, em Luanda, o segundo carregamento de trigo em grão produzidos pela Novagrolider no município da Quibala, província do Kwanza Sul, depois de ter recebido as primeiras 45 toneladas.

Segundo o documento das GMA, os carregamentos representam o compromisso da empresa em incluir matérias-primas nacionais na sua base de produção concorrendo para a redução das importações, estimular a produção local e poupar moeda estrangeira.

Foi com este intuito que as empresas firmaram, em Novembro deste ano, o protocolo que viabiliza a compra e venda das 85 toneladas de trigos em grãos tal como referido, cujo o valor do contrato não foi ainda revelado por razões desconhecidas.

Para o administrador das GMA, este é um marco histórico para a empresa, pois evidencia a contribuição no processo de diversificação da economia nacional. “Estamos satisfeitos com o acordo a que chegámos com a Novagrolíder e com o facto de podermos incorporar trigo em grão proveniente de Angola na nossa produção”, afirmou citado na nota.

Contudo, acrescentou, apelamos ao Governo para que possa rever a taxa de IVA e/ou de outros encargos fiscais associados à produção do trigo nacional e à produção da farinha de trigo nacional.

De acordo com o gestor da GMA, a redução das referidas taxas ajudaria a empresa a materializar um grande objectivo de manter e consolidar a indústria nacional produtora de farinha de trigo.

Por outro lado, a Novagrolíder assume o interesse em manter uma relação de parceria continuada com a GMA no sentido de impulsionar o cultivo e a produção da matéria-prima em Angola, assim como a produção de farinha 100% nacional.

“Para nós estes primeiros carregamentos significam o princípio altamente promissor da nossa produção de trigo, assim como a certeza de que em Angola se pode produzir farinha 100% nacional”, sublinha José Macedo, igualmente citado na nota.

No entendimento de José Macedo, ambas empresas podem desempenhar papel importante na redução das importações. “A Novagrolider, como produtora de trigo e responsável pela seleção de sementes, fomentando com a sua actividade a produção das famílias camponesas e a da agricultura empresarial, e a GMA, porque sendo uma empresa séria e com potencial para transformar grandes quantidades de cereal, pode adquirir o trigo nacional e transformá-lo em farinha, que depois é introduzida no circuito comercial que a leva até ao consumidor”, explicou.

Em nosso entender, realçou, são duas empresas que se complementam e que podem ser uma mais-valia para a dinamização e diversificação da economia nacional, desde que devidamente apoiadas.

Para tal, César Rasgado defende a necessidade da contínua aposta na qualificação da mão-de-obra nacional. “A GMA sempre o fez e quer continuar a fazer com recurso à mão-de-obra nacional, devidamente formada por nós para que disponha das capacidades necessárias para garantirmos a eficiência da nossa produção e a qualidade da mesma. (...). O trabalho conjunto agora iniciado com a Novagrolíder é um bom estímulo para que este objectivo se cumpra”, frisou.

A GMA é membro da Associação de Produtores de Farinha de Trigo de Angola, a qual num passado recente assinou um acordo de fornecimento de trigo em grão com uma fazenda do Bié, também para apoiar o fomento da produção nacional e da diversificação da economia.