3
1

GTE mobiliza apoios para população afectada pela seca no Sul do País

Cerca de 500 toneladas de alimentos serão distribuídos nos municípios do Curoca e Cahama (Cunene), no Virei (Namibe) e Gambos (Huíla), uma iniciativa do Grupo Técnico Empresarial (GTE).

1
2
Cláudio Gomes
Fotografia
:
DR
Cláudio Gomes

De acordo com uma nota dos mecenas, a que a Economia & Mercado teve acesso hoje, quarta-vfeira, 10 de Março, trata-se de uma campanha de âmbito nacional que permitiu angariar um total de 500 toneladas de alimentos diversos como sal, peixe, farelo de trigo, milho, fuba, açúcar, feijão, oleo alimentar, sabão, frangos e derivados de conservas de peixe e carne, que estão a ser transportados em 10 camiões disponibilizados pela Casa Militar da Presidência da República.

Os camiões com os produtos alimentares partiram hoje do Centro de Logística de Luanda, situado no Km 30, Viana, Arredores do Mercado do 30, em direcção às províncias abrangidas pela estiagem.

A Operação, segundo a nota, está a ser coordenada pela Cooperativa de Criadores de Gado do Sul de Angola (CCGSA) que fará a concentração dos alimentos, organizará os quites e procederá à sua distribuição nas zonas do Curoca e Cahama, na Província do Cunene,  Virei, na província do Namibe e, Gambos, na província da Huila.

Fazem parte do GTE, 20 associações empresariais que constituem uma plataforma de diálogo intra-empresarial com o governo no sentido de se encontrar as melhores soluções para os problemas que afectam a economia nacional.

O Grupo Técnico Empresarial (GTE) é umaplataforma de diálogo empresarial entre o Executivo e a classeempresarial angolana no que se refere à definição de políticas para odesenvolvimento do sector empresarial angolano. Actualmente é constituído por 20Associações Empresariais. O GTE écoordenado pelo economista e empresário Carlos Cunha. 

7
Assine a Revista Digital - Economia & MercadoAssine a Revista Digital - Economia & Mercado