3
1

Huíla regista mais de 800 casos de gravidez precoce por mês

Os centros de saúde e hospitais da província da Huíla registam, mensalmente, 800 a mil casos de gravidez na adolescência, em raparigas dos 10 aos 17 anos de idade.

1
2
Redacção
Fotografia
:
DR
Redacção

Os dados, segundo a ANGOP, foram divulgados esta semana, pela responsável de Saúde da Adolescente do PSSR, Josefina Hungulo, que interveio à margem da celebração do Dia Mundial da Prevenção da Gravidez na Adolescência.

A responsável informou, na sequência, que a maioria das adolescentes é proveniente das zonas rurais, onde se regista um elevado número de casos de casamentos precoces.  

Segundo Josefina Hungulo as unidades sanitárias têm serviços de atendimento a adolescentes, com aconselhamento psicológico, para se prevenir a gravidez na adolescência e doenças transmissíveis sexualmente, com maior realce para o VIH-Sida.

“O número registado é preocupante, daí que queremos ajuda na implementação de consultórios específicos sobre o atendimento da saúde do adolescente, uma vez que somente 50% das meninas têm feito o planeamento”, disse a responsável de Saúde da Adolescente do PSSR

A também técnica de saúde sexual e reprodutiva apelou, por outro lado, os pais a promoverem mais diálogo sobre a sexualidade, deixando os preconceitos de lado, enquanto as adolescentes, depois de começarem a vida sexual activa, a fazer o planeamento familiar.

Os casos foram identificados através do Programa de Saúde Sexual e Reprodutiva (PSSR), afecto ao Departamento Provincial de Saúde Pública e Controlo das Endemias da província da Huíla.

O Dia Mundial da Prevenção da Gravidez na Adolescência existe desde 2007, numa iniciativa de organizações não-governamentais e sociedades internacionais, com o objectivo de incentivar a reflexão sobre os métodos contraceptivos e a sua inclusão no quotidiano, a fim de evitar uma gravidez não-planeada ou uma doença sexualmente transmissível (DST).

7