3
1

Investidores sondam dinâmica do mercado financeiro angolano

Investidor presente em 48 países quer investir em títulos angolanos. Standard Bank faz-se de anfitrião e apresenta a “casa” aos potenciais investidores.

1
2
Fotografia
:
DR

Os fundos que vão sendo trazidos pelo Standard Bank Angola têm interesse em participar no mercado de dívida local. Sendo que gerem um volume considerável de montante em USD, os fundos pretendem alocar parte deste valor em investimentos em Angola.  

Segundo Stephen Bailey-Smith, economista sénior da Global Evolution, integrante da comitiva de investidores que já tem investido em Angola, há interesse em investir em instrumentos de dívida pública local, mas também no mercado de acções, tão logo surja a oportunidade de o fazer.

O gestor do fundo Global Evolution que está presente em 48 países, com destaque para Moçambique e África do Sul, incluindo Angola, disse ainda acredita que as obrigações angolanas podem vir a ser transaccionadas em todo mundo.

Por sua vez, o Director Executivo da Banca Corporativa e de Investimento do Standard Bank Angola, Ricardo Ferreira, explicou que, apesar de o Standard ter sido pioneiro nas operações na Bolsa de Dívida e Valores de Angola (BODIVA), bem como nas operações com investidores estrangeiros, não há qualquer tipo de pressão para liderar as transacções em bolsa, entretanto, recorda que tem estado sempre no top 3.

As informações foram avançadas num “café com a mídia”, realizado em Luanda, no qual passaram igualmente a informação de que já mantiveram encontros com o Banco Nacional, Ministério das Finanças a AIPEX e outras organizações, no sentido de saber sobre o país e sobre as condições para investir no país.

7
Assine a Revista Digital - Economia & MercadoAssine a Revista Digital - Economia & Mercado