3
1

Jean Boulle Group interessada nos minerais e metais críticos angolanos

Cláudio Gomes
11/1/2023
1
2
Foto:
DR

A empresa desenvolve projectos de diamantes em Angola e está agora interessada nas fileiras produtiva ligadas aos minerais e metais críticos para produção de energia verde.

Uma delegação angolana integrada pelo director Nacional dos Recursos Minerais, Paulo Tanganha e pelo administrador da Agência Nacional de Recursos Minerais, Lucombo Pedro, manteve um encontro com executivos do Jean Boulle Group, à margem de uma mesa redonda que debateu os “Minerais do Futuro”, em Riade, na Arábia Saudita, de acordo com uma nota publicada ontem, terça-feira, 10, na sua página do Facebook do Mirempet.

No documento, o Ministério dos Recursos Minerais, Petróleo e Gás (Mirempet) informa também que durante a referida mesa redonda, o coordenador da delegação angolana apresentou o potencial geológico nacional, os avanços alcançados nas reformas legislativas, cambiais, bem como os investimentos feitos na construção de Polos de Desenvolvimento Mineiro, como o de Saurimo, na Lunda Sul.

Além do encontro com a Jean Boulle Group, a delegação angolana mantiveram encontros com membros do Banco Mundial, com representantes dos sectores de energia e minerais do Ruanda, Zâmbia,  Zimbabué e Botswana.

Paralelamente a intervenção angolana na referida mesa redonda, o Fórum sobre Minerais do Futuro analisou temas relacionados com o potencial da região no aumento do desenvolvimento da cadeia de valor dos minerais críticos, promoção da exploração mineira sustentável.

A delegação angolana encontra-se em Riade, Arábia Saudita, a fim de representarem o país no Fórum sobre Minerais do Futuro, agendado para os dias 11 e 12 de Janeiro, naquele país árabe.

O Grupo actua principalmente em recursos naturais, tecnologia médica, terapêutica e filantropia. Desde a sua fundação por Jean-Raymond Boulle, o Grupo completou transações no valor de mais de 5 bilhões de dólares.

O Grupo é um investidor de recursos naturais de longa data ativo em uma variedade de commodities na África, Canadá, Europa e Estados Unidos.

Seus investimentos abrangem financiamento privado em estágio inicial para tecnologias inovadoras até aquisições, situações especiais e investimentos estratégicos em empresas de capital aberto nas principais bolsas de valores.