3
1

João Lourenço reconhece falta de investimento na exploração de petróleo

O Presidente garante que Angola tem estado a trabalhar para melhorar o desempenho das petrolíferas nacionais e estrangeiras, pois o fraco investimento na exploração custa queda nos níveis de produção.

1
2
Fotografia
:
DR

A informação deveras conhecida por quem acompanha o sector, foi agora confirmada pelo Presidente da República, João Manuel Gonçalves Lourenço que fazia o discurso de abertura oficial da CAPE VIII que acontece em Luanda.

O Presidente da República disse que a queda do nível de exploração está ligada a vários factores, dentre os quais destaca o pouco investimento na exploração. Entretanto, avança que Angola tem estado a trabalhar no sentido de melhorar o desempenho das empresas nacionais e estrangeiras que operam no país.

João Lourenço afirmou ainda, durante o seu discurso, que o Estado tem estado a trabalhar no sentido melhorar igualmente os índices de transparência, “e foi nessa lógica que surgem instituições como a Agência Nacional de Petróleo e Gás (ANPG) e Instituto Nacional de Petróleo”, rematou.

O Presidente encerrou o breve discurso com uma palavra de apreço ao conselho de ministros da APPO que, ao realizarem o evento, mostram a preocupação dos países africanos com as questões do ambiente e com a transição energética.

7
Assine a Revista Digital - Economia & MercadoAssine a Revista Digital - Economia & Mercado