3
1

Luanda conta com 45 novos autocarros

A mobilidade urbana continua a ser um desafio premente para os citadinos da província de Luanda, o que estimulou a Angolauto a disponibilizar 45 novos autocarros articulados, informa a Angolauto.

1
2
Cláudio Gomes
Fotografia
:
DR
Cláudio Gomes

De acordo com o documento, recepcionado ontem, quarta-feira, 1 de Dezembro, mais de 5 milhões de habitantes utilizam os transportes públicos, cujo grau de dificuldades agudiza-se ainda mais com o mau estado das estradas, número reduzido de meios rolantes, entre outros.

Na segunda-feira, 29, a Angolauto, empresa que representa e distribui as marcas Suzuki, Scania e Random, procedeu a entrega oficial de 45 novos autocarros articulados de transporte colectivo de passageiros ao Ministério dos Transportes.

Testemunhada pela ministro Ricardo Viegas D’Abreu, pela governadora de Luanda, Ana Paula de Carvalho e pela embaixadora da Suécia em Angola, Ewa Urika Polano, os “novos autocarros articulados são da marca SCANIA e apresentam-se mais resistentes, com maior durabilidade e longevidade, capazes de responder melhor aos desafios de mobilidade”.

Os meios que vão circular na rota “Via Expresso e Avenida Deolinda Rodrigues”, podem transportar mais de 100 passageiros, dispõem de três portas de acesso, permitindo “mais acessibilidade” para pessoas com mobilidade reduzida e estão “dotados de um sistema de articulação que aumenta a capacidade de transporte de passageiros”.

Segundo o documento, o sistema de articulação ajuda a reduzir o custo de manutenção por passageiro, comportando um sistema de câmaras de CCTV para segurança passageiros e de motoristas, com o assoalho revestido com isolamento termo acústico.

Visando o melhor desempenho das actividades pelas quais foram disponibilizadas, a  empresa que representa e distribui oficialmente as marcas Suzuki, Scania e Random, realizou uma formação onde capacitou cerca de 200 motoristas.

A Angolauto existe há mais de 20 anos no mercado angolano e actua no sector dos transportes, e conta neste momento com mais de 20.000 clientes e orgulha-se de ser promotor do crescimento do sector em  Angola.

7
Assine a Revista Digital - Economia & MercadoAssine a Revista Digital - Economia & Mercado