3
1

Luanda terá dois novos hospitais gerais

As unidades serão construídos nos municípios populosos de Cacuaco e Viana. Os projectos vão custar aos cofres do Estado avultados 337 milhões de euros, de acordo com uma resenha legislativa do Minfin.

1
2
Cláudio Gomes
Fotografia
:
DR
Cláudio Gomes

De acordo com o Jornal de Angola, que cita uma resenha legislativa referente ao mês de Dezembro de 2020, apresentada pelo Ministério das Finanças, o Governo aprovou, através do decreto presidencial nº 180/20 de 18 de Dezembro, um acordo de financiamento avaliado em 337 milhões de euros que permitirá a construção do Hospital Geral de Cacuaco avaliado em 177 milhões de euros e do futuro Hospital Geral de Viana avaliado em 159 milhões euros.

O decreto presidencial nº 180/20 de 18 de Dezembro autoriza a assinatura de um acordo de financiamento com vários bancos pertencentes a um grupo independente de serviços financeiros franco-alemão que integram instituições financeiras como ODDO BHF Aktiengesellschaft, AKA Ausfuhrkredit - Gesellschaft mbH, DZ Bank AG, Deutsche Zentral -Genossenschaftsbank, Frankfurt Am Main e Landesbank Hessen - Thuringen Girozentrale.

Neste sentido, o diploma autoriza ainda a ministra das Finanças, Vera Daves, para em nome e em representação da República de Angola, celebrar os acordos com os financiadores estrangeiros do “grupo independente de serviços financeiros franco-alemão”.

De acordo com as informações divulgadas recentemente pelo Ministério das Finanças, numa resenha legislativa referente ao mês Dezembro de 2020, os mesmos bancos vão disponibilizar o valor global de 337 milhões de euros, dos quais 177 milhões para construção do Hospital Geral de Cacuaco e os restantes 159 milhões euros para a construção da unidade hospitalar de Viana.

7
Assine a Revista Digital - Economia & MercadoAssine a Revista Digital - Economia & Mercado