3
1

Macron visita Angola em Maio

O Presidente francês vai visitar Angola em finais do Maio deste ano, tendo em agenda o desejo de aprofundar a cooperação nas áreas da agricultura e formação de quadros, anunciou Sylvain Itté.

1
2
Redacção_E&M
Fotografia
:
DR
Redacção_E&M

Segundo o embaixador, a visita de Emmanuel Macron está a ser aguardada com “muita expectativa”, tanto do lado angolano, quanto do lado francês.

Neste sentido, o Presidente da República, João Lourenço, recebeu ontem, da mão do conselheiro para África junto da Presidência francesa, Franck Paris, uma mensagem enviada por Emmanuel Macron durante uma audiência.

A margem do encontro, o embaixador francês, que acompanhou Franck Paris, lembrou que durante o encontro abordou-se aspectos ligados à preparação da visita do Presidente Macron, a ter lugar em finais de Maio deste ano. 

Segundo o embaixador francês acreditado em Angola, depois do Presidente Macron pisar o solo nacional, deverá seguir para província de Malanje, onde vai proceder à inauguração do Instituto Superior de Técnicas Agro-alimentares, o único no país, que deverá promover a investigação e transformação de alimentos, cujas obras, iniciadas em 2013, registaram um ligeiro atraso,devido à falta de financiamento.

A instituição conta, neste momento, com dez salas de aula para 350 estudantes. O instituto está equipado com laboratórios de última geração financiado pelo governo francês.

Ainda no que respeita as infra-estruturas financiadas por França, a província conta com a escola Eiffel, uma das quatro instituições viradas para a formação de técnicos para a agricultura, financiadas pela petrolífera francesa Total. As escolas Eiffel são do IIº ciclo do ensino secundário e têm como objectivo reforçar a componente de excelência. É também na província de Malanje onde está a fazenda agrícola do Grupo Castle, produtora da cerveja Cuca, com um investimento de 40 milhões de dólares para a produção de milho destinado ao fabrico de cerveja. 

Assim sendo, na capital do país, as duas delegações devem assinar acordos para o aprofundamento das relações de cooperação. “Um dos pilares da nossa cooperação com Angola é a formação dos jovens angolanos em áreas cruciais para o desenvolvimento do país, com ênfase para a agricultura, um dos temas que vai dominar a visita do Presidente Macron”, sublinhou Sylvain Itté. 

No ano passado, em visita a Luanda, o ministro da Agricultura de França, Didier Guillaume, manifestou disponibilidade do seu país em ajudar a desenvolver a Agricultura em Angola, manifestando interesse para transmitir experiência no domínio da formação de quadros no segmento das tecnologias agro-alimentares.

7