3
1

Mais de mil empregos criados em 2019 no Lobito no sector do comércio

O município do Lobito, na província de Benguela, registou, em 2019, 165 novos estabelecimentos comerciais, responsáveis pela criação de 1.189 novos postos de trabalho.

1
2
Redacção_E&M
Fotografia
:
DR
Redacção_E&M

A informação foi avançada, esta semana, pelo o director do Gabinete Municipal para o Desenvolvimento Económico Integrado do Lobito, Pedro Jamba Domingos.  

Entretanto, o responsável salientou que o número de novos empregos baixou de 1.677 para 1.189, no período 2018 a 2019, o que se deve à diminuição no licenciamento de novas unidades comerciais naquele município.

Em 2019, foram registados menos 46 estabelecimentos em relação ao ano anterior, sendo que 80% dos operadores exerciam comércio a retalho. No mesmo ano, as autoridades do Lobito registaram o encerramento de oito unidades comerciais, dos quais três grossistas, igual quantidade de retalhistas e dois prestadores de serviço, resultando na perda de mais de 20 postos de trabalho directos. 

Pedro Jamba Domingos, salientou que o licenciamento de actividade comercial, em 2019, permitiu ao Estado a arrecadação de mais de 5,7 milhões de kwanzas, contra 9,2 milhões de kwanzas conseguidos em 2018.

Os casos de trespasse de alvarás comerciais, no ramo retalhista e de prestação de serviço à tutela de estrangeiros, refere Pedro Jamba Domingos, têm sido recorrentes no município industrial do Lobito. Tendo em conta a situação de transgressões comerciais na localidade, o director do Gabinete Municipal para o Desenvolvimento Económico Integrado disse que os casos de não actualização do alvará comercial e evasão fiscal, aumentaram em 2019 para 48.

Em todo o município do Lobito, estão activos cerca de 800 estabelecimentos comerciais que geram quase quatro mil postos de trabalho.

7