3
1

"Mercado cambial informal já não representa um problema ”

O Comité de Política Monetária decidiu manter inalterados os instrumentos de política monetária para controlar a inflação.

1
2
Quingila Hebo
Fotografia
:
DR
Quingila Hebo

O governador do Banco Nacional de Angola assegura que o mercado cambial neste momento regista mais oferta do que procura. José de Lima Massano garante mesmo que o gap entre a taxa de  câmbio formal e informal reduziu e já “não representa um problema”.

Falando esta tarde aos jornalistas depois da reunião do Comité de Política Monetária, o governador do banco central revelou que em 2021 o mercado cambial se manteve estável e líquido. Em Dezembro do ano passado, os bancos comerciais adquiriram mil milhões de dólares norte-americanos, tendo registado um aumento de 14% face aos 885 milhões de dólares adquiridos um mês antes.

O Kwanza manteve um comportamento de valorização, apreciando 4% em Dezembro, sendo que o valor acumulado da apreciação do Kwanza em 2021 atingiu os 18%.

De um modo geral, o Banco Nacional de Angola decidiu manter a política restritiva, dificultando o aumento da quantidade de dinheiro em circulação para evitar a subida dos preços.

Assim sendo, mantém inalterada a taxa de juro de referência em 20%; a taxa de juro da facilidade permanente de cedência de liquidez em 25%; a taxa de juro da facilidade permanente de absorção de liquidez de sete dias em 15% e inalterados os coeficientes das reservas obrigatórias em 22%.

7
Assine a Revista Digital - Economia & MercadoAssine a Revista Digital - Economia & Mercado