3
1

Ministro angolano na tomada de posse de Félix Tshisekedi

O ministro, Manuel Augusto representa o Presidente da República, João Lourenço, na tomada de posse do Presidente eleito da República Democrática do Congo (RDC), Félix Tshisekedi, em Kinshasa.

1
2
Cláudio Gomes
Fotografia
:
DR
Cláudio Gomes

O presidente eleito da RDC, toma posse hoje, no Palácio Presidencial das Nações, marcando a primeira transição de poder pacífica da RDC desde que conquistou a independência da Bélgica nos anos de 60. 

De acordo com o Jornal de Angola (JA), vários espaços tinham sido apontados para a realização da investidura, com realce para o Estádio dos Mártires e a “La City de L’UA, Mont Ngaliema”. Segundo, Lydie Omanga, encarregue da organização da investidura, o evento tem lugar hoje, no Palácio das Nações. Está tudo muito fechado para saber quem serão os Chefes de Estado e de Governo que chegaram ontem e chegam hoje à Kinshasa para a cerimónia de tomada de posse de Tshisekedi, que deve acontecer sobre um forte aparato de segurança.

Nesta perspectiva, na véspera da posse, a Comissão para Integridade e Mediação Eleitoral (CIME) pediu a Tshisekedi a pautar pelo diálogo e pela unidade nacional para a preservação da Nação. Ainda em vésperas da investidura, a União Europeia e a União Africana, duas organizações continentais, reconheceram e felicitaram Félix como novo Presidente eleito da RDC.  Em Kinshasa, esta notícia fez manchete nos principais jornais: La Prospérité, L’Avenir, Le Pharee o Le Potentiel. 

Entretanto, a expectativa dos cidadãos de Kinshasa continua a ser forte. Esperam por um discurso de equilíbrio, de apelo à unidade do povo congolês, à paz e progresso. Porém, uns  revelam mais optimismo, outros nem por isso. Mas, do universitário ao Polícia, do Executivo ao comerciante, das famílias de mesa farta aos pobres, há, claramente, uma dúvida que paira no ar e que só o tempo vai dissipar: o estilo de governação de Félix Tshisekedi. 

7