3
1

Noblesse Oblige

Escolhi este tema porque a expressão noblesse oblige tem sido muito esquecida e precisa de ser reavivada.

1
2
Fotografia
:
Carlos Aguiar

Noblesse oblige significa, à letra, "nobreza obriga". Esta expressão é utilizada quando se pretende dizer que o facto de se pertencer a um grupo ou família de prestígio, ou de se ter uma certa posição social, ou um nome honrado, ou famoso obriga a proceder de uma forma adequada, à altura do nome ou cargo que se tem. Escolhi este tema porque a expressão noblesse oblige tem sido muito esquecida e precisa de ser reavivada.

A um nobre exige-se que se comporte como tal, ou seja, que tenha uma conduta acima de qualquer reparo. São mais reprováveis comportamentos indignos num nobre do que noutra pessoa, já que o seu estatuto social o obriga ao dever de se comportar segundo certos valores distintivos (os valores dos nobres). A nobreza, na sua origem, referia-se a um conjunto de pessoas que gozava de uma categoria social privilegiada, com direitos superiores aos da maioria da população, com base na transmissão hereditária de privilégios nobiliárquicos adquiridos.

Hoje, usa-se o termo “nobre” numa asserção muito diferente daquela que esteve na sua origem, ou seja, uma nobreza de carácter e não de sangue. E por isso se utiliza a expressão “valores nobres” para traduzir valores como a probidade, a lealdade e a honestidade.

Da pesquisa que fiz para este artigo, apurei que a expressão aparece no livro “O Lírio do Vale” de Honoré de Balzac, publicado em 1836, onde este recomenda certos padrões de comportamento para um jovem, concluindo: "Tudo o que eu acabei de contar pode ser resumido por um termo antigo: noblesse oblige!" William Faulkner usa o termo muitas vezes nos seus contos e romances. A letra da canção “The Life I Lead”, do filme musical “Mary Poppins”, de 1964, inclui: "Eu trato os meus súbditos, servos, filhos e esposa, com uma mão firme, mas gentil, Noblesse oblige!”. E existem muitas outras citações.

São mais reprováveis comportamentos indignos num nobre do que noutra pessoa, já que o seu estatuto social o obriga ao dever de se comportar segundo certos valores distintivos (os valores dos nobres).

Leia o artigo completo na edição 189, referente ao mês de Junho, disponível em pdf no aplicativo Economia & Mercado para Android e na secção assinaturas no website.

7
Assine a Revista Digital - Economia & MercadoAssine a Revista Digital - Economia & Mercado