3
1

Nova Sotecma celebra 25 anos e reforça aposta no mercado nacional

Assinalado a 5 de Maio, os 25 anos de existência sob a gerência actual são a continuidade do legado da antiga Sotecma, o que posiciona a empresa como uma das mais antigas no sector empresarial privado

1
2
Fotografia
:

A Nova Sotecma celebrou, recentemente, o seu vigésimo quinto aniversário, marcado, segundo uma nota enviada à Economia & Mercado, por “uma aposta constante na inovação e na expansão da sua rede de produtos e serviços de alta qualidade, com um enfoque na satisfação do cliente e o objectivo primordial de contribuir para o desenvolvimento económico e social de Angola”.

Assinalado a 5 de Maio, os 25 anos de existência sob a gerência actual são a continuidade do legado da antiga Sotecma, o que posiciona a empresa como uma das mais antigas no sector empresarial privado em Angola, pois já passam 68 anos desde a sua fundação.

“Mesmo perante um clima de pessimismo macroeconómico, a Nova Sotecma propõe-se a agir com responsabilidade, procurando oferecer aos seus clientes os melhores produtos do mercado internacional com preços cada vez mais competitivos, procurando assumir-se e destacar-se como o fornecedor de excelência do tecido empresarial e desta forma ser reconhecida como “a marca da indústria angolana”, lê-se na nota que vimos citando.

Recentemente, em entrevista à Economia & Mercado,  o director commercial da empresa revelou que a Nova Sotecma facturou, em 2017, 4,4 mil milhões de kwanzas, o que representou a maior facturação desde o início da crise em Angola, em 2014.

De acordo com Jacinto Barroso, que considerou a situação atípica, a escassez de divisas que o país vive tem sido o principal obstáculo à progressão do negócio.

“Ainda assim, temos conseguido dar resposta aos nossos clientes. Somos reconhecidos por isso e pela qualidade do stock, embora tenhamos consciência de que podemos sempre melhorar na rapidez”, afirmou Jacinto Barroso.

A Nova Sotecma comercializa produtos para diferentes indústrias, sendo que tem como principal mercado fornecedor a Europa, nomeadamente a Dinamarca, França e Alemanha. Localmente, dedica-se à produção de moinhos de martelos, motobombas para agricultura e centrais de incêndios.

Além da distribuição comercial e da produção industrial, a empresa presta serviços de assistência técnica a todas as marcas, na qualidade de agente autorizado.

No leque de clientes, Jacinto Barroso, sem minimizar os demais, destaca a Nova Cimangola, Pumangol, Omatapalo, Petromar, Prodel, Biocom, Griner, Sonils e Mota-Engil.

7