3
1

Os bancos dizem que apoiam mas, na prática, não há essa vontade

Sónia António nasceu no Negage (Uíge), onde cresceu sem ter visto televisão. Chegou a Luanda em 1990. Quatro anos depois, começou a notabilizar-se nos programas infantis, na rádio e na televisão.

1
2
Fotografia
:
Carlos Aguiar

Durante muitos anos foi o rosto do programa infantil “Carrossel”. Licenciada em Comunicação Social, fundou a empresa “Cantinho dos Sonhos” e a marca “Sónia Brinquedos”. É promotora do programa de Combate ao Trabalho Infantil, do Ministério da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social, que visa desincentivar o trabalho infantil, sobretudo nos principais mercados do país, e cujo lema é: “Trabalho infantil não é brinquedo para criança”.

Está, há algum tempo, fora dos ecrãs. O que se passou?

Entrei na Televisão Pública de Angola (TPA) em Novembro de 1994. Depois de muitos anos de “Carrossel” – o programa infantil da estação – e de ter passado pelo programa “Jovemania”, fiquei algum tempo ausente dos ecrãs, mas continuo como efectiva da TPA, fazendo alguns programas especiais, porque a estação tirou o programa infantil da sua grelha temporariamente. Apesar disto, o público ainda não se adaptou à minha ausência, não consegue vera Sónia como uma pessoa crescida.

E a Sónia ainda se sente “criança”?
 Hoje sou uma mulher adulta, casada. Mas para ser sincera, eu sinto-me bem com as crianças, daí que, além da televisão, tenha outros projectos ligados aos mais pequenos.

Que projectos são esses?

Tenho um projecto social denominado “Cultura nas Escolas”, que já beneficiou mais de 700 crianças e no âmbito do qual ensinamos os mais novos a prepararem-se para a vida sem pressas, desfrutando de todas etapas. Na minha óptica, eu e as minhas amigas usamos a influência da Sónia para ensinar as crianças e os adolescentes a saberem estar na sociedade. É um projecto que estamos a desenvolver também fora de Luanda, contando com o apoio de algumas empresas. Também sou promotora do programa de Combate ao Trabalho Infantil, do Ministério da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social (MAPTESS), que visa desincentivar o trabalho infantil, sobretudo nos principais mercados do país.

E como entra para o mundo dos negócios?

O projecto denominado “Cantinho dos Sonhos” surgiu como uma produtora de eventos, que depois alargou o seu leque de actividades para crianças, como acções corporativas com empresas, nas quais os pais reúnem os filhos para celebrar alguma ocasião especial. Por outro lado, o “Cantinho dosSonhos” assume também a linha de brinquedos “Sónia Brinquedos”, que incentiva as meninas a brincarem de forma pedagógica.

Leia mais na edição de Dezembro de 2019

Economia & Mercado – Quem lê, sabe mais!

7