3
1

País regista mais um óbito e sete novas infecções pela Covid-19

Nas últimas 24 horas, o país registou mais um óbito e a confirmação de sete novas infecções pela Covid-19. Contabiliza-se, assim, no cômputo geral, 155 casos confirmados e sete óbitos.

1
2
Fotografia
:
DR

A informação foi avançada ontem, em Luanda, pelo secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda que proferia a actualização dos dados da pandemia no país, na habitual conferência de imprensa promovida pela Comissão Multissectorial  Contra a Covid-19.

O responsável sanitário, segundo o Jornal de Angola, disse que os casos positivos são de transmissão local e o óbito refere-se a um caso crítico e confirmado. A vida do vírus mortífero é um cidadão de 69 anos, estava a ser acompanhado há algum tempo num dos centros de tratamento e tinha outras patologias.  

Em relação aos sete casos positivos, o dirigente esclareceu que cinco são do cordão sanitário do Hoji-ya-Henda, um de Talatona, que é contacto de um dos casos positivos, sendo que o último é do distrito do Benfica, cujo vínculo epidemiológico está em estudo e será esclarecido em breve.

Assim sendo, salienta Franco Mufinda, entre as pessoas testadas positivo, consta uma senhora, angolana, de 37 anos, residente em Talatona, dois adolescentes, ambos com 12, uma criança de apenas quatro meses, todos da cerca sanitária do Hoji-ya-Henda, além de uma senhora de 69, moradora do Benfica. Constam ainda um cidadão de 46 anos e uma senhora de 20 anos, também residentes no Hoji-ya-Henda, contactos do “Caso 31”, que é o cidadão da Guiné Conacri.

Com mais sete infecções pela Covid-19, o país conta com 155 casos confirmados, três dos quais na província do Cuanza-Norte, sete óbitos, 64 recuperados, 84 casos activos, das quais um requer atenção especial e os restantes estão clinicamente estáveis, nas unidades de referência.

O secretário de Estado para a Saúde Pública sublinhou que os casos de transmissão local subiram para 90, sendo que estão em quarentena institucional 499 pessoas. Sublinhou que 15 pacientes receberam altas, sendo seis em Luanda, três no Huambo e igual número na Lunda-Norte e Huíla. Nos contactos sob investigação, o país regista 1.244, e 460 casos suspeitos investigados.

7