3
1

Produção na África Subsaariana cresceu cerca de 3,5% em 2021

A produção na África Subsaariana cresceu cerca de 3,5% em 2021, impulsionada por uma recuperação nos preços das mercadorias e um abrandamento das restrições sociais.

1
2
José Zangui
Fotografia
:
DR
José Zangui

De acordo com o mais recente relatório do Banco Mundial, “perspetivas económicas globais”, apesar da recuperação de 3,%, a situação contínua “ frágil e insuficiente” para reverter um aumento da pobreza induzido pela pandemia e persiste a ameaça de surtos recorrentes da COVID-19.

A variante Ómicron está agora a contribuir para um aumento de novos casos em toda a região. Mais de 70% dos países da África Subsariana comunicaram um aumento de pelo menos 50% de novos casos de COVID-19 durante as últimas duas semanas de 2021.

Segundo o documento, os sectores dos serviços, turismo e manufatura foram adversamente afetados pela pandemia, enquanto perdas sustentadas de rendimentos do trabalho e uma elevada inflação impediram uma recuperação das despesas dos consumidores.  

A crescente agitação social, insegurança e conflitos civis, especialmente na região do Sahel (Burkina Faso, Tchade, nordeste da Nigéria, Níger, Mali e Mauritânia) e na Etiópia, levaram a uma redução nas despesas de investimento.

7