3
1

Responsabilidade social,
 uma ferramenta transformadora

A ausência de projectos estruturantes de responsabilidade social e de acção cívica, e a não justificação do uso dos recursos financeiros resultam em debilidades dos sectores da saúde e educação.

1
2

Recentemente, protagonistas do sector estiveram reunidos no 3º Fórum de Responsabilidade Social e Cidadania e apontaram caminhos possíveis para seguir no futuro imediato.

A transformação de pessoas, capacitando-as e tornando-as auto-suficientes, a retribuição à comunidade e a sustentabilidade e conservação ambiental, são alguns dos pilares da responsabilidade social corporativa, uma prática até há pouco tempo associada apenas às empresas multinacionais, tendo em conta o alinhamento global e internacional em termos de desenvolvimento de projectos de responsabilidade social.

Contudo, alguns especialistas defendem que, actualmente, este é um assunto que diz respeito a todas instituições, independentemente da sua dimensão e área de actuação. Segundo Leonor Sá Machado, CEO da TheBridgeGlobal, entidade que realizou, recentemente, o 3º Fórum de Responsabilidade Social e Cidadania, tanto as empresas angolanas como as multinacionais estrangeiras devem unir-se para desenvolver e implementar programas de responsabilidade social que sejam transversais a todo o país.


Leia mais na edição de Maio de 2019

Economia& Mercado – Quem lê, sabe mais!

7