3
1

Serviço de Veterinária multa supermercado no Huambo

Os supermercados Kero e Shoprite, no Huambo, foram alvos de multas unitárias de 400 mil kwanzas na sequência de se ter detectado irregularidades na comercialização de carne de origem animal.

1
2
Cláudio Gomes
Fotografia
:
DR
Cláudio Gomes

Segundo o Jornal de Angola, que cita a Angop, as infracções foram cometidas “de forma reiterada” as normas estabelecidas na lei, que os obriga a inspecção de todos os produtos de origem animal destinados ao consumo humano antes de serem comercializados.

O responsável do Serviço de Veterinária do Huambo, Jorge Almeida, lembrou que os proprietários de armazéns de produtos de origem animal, estão obrigados a acusar a recepção da mercadoria à autoridade veterinária competente da área, fazendo-se acompanhar do certificado sanitário e, em seguida, efectuar-se a inspecção.

O dirigente esclareceu que o incumprimento constante da lei, tal como sucedeu com os dois supermercados em causa, que deliberadamente se furtaram dos serviços de inspecção, leva as autoridades sanitárias a supor ou classificar os produtos como adulterados.

“Não estamos a dizer que seja o caso do Kero ou da Shoprite, mas, pelo facto de infringirem várias vezes a lei, são considerados desta forma, nos termos da legislação vigente”, salientou.

Jorge Almeida disse que antes da aplicação das multas, os serviços que dirige promoveram várias campanhas de divulgação da legislação, acompanhadas de correspondência para que os proprietários tivessem conhecimento da lei. Continuando, o responsável disse que em caso de haver incumprimento no pagamento das multas aplicadas, agravam-se em dobro ou o mesmo em triplo.

7