3
1

TAAG prevê redução de preços de bilhetes para voos domésticos

A TAAG, Linhas Aéreas de Angola, prevê reduzir os preços dos bilhetes de passagem para voos domésticos, avançou o Presidente da Comissão Executiva (PCE), Rui Carreia.

1
2
Fotografia
:
DR

Segundo Rui Carreia, em declaração à imprensa, que teve lugar no sábado, 27, durante a apresentação da nova logo marca da empresa e dos pontos fortes das seis aeronaves turbo hélice, do tipo Dash-8400, recentemente adquiridas, disse que os aparelhos são de baixo custo em termos de operacionalidade, facto que propiciará a redução das tarifas dos bilhetes.

De acordo com a Angop, que cita Rui Carreira, a diversificação da frota da companhia, combinada com a redução dos custos operacionais, visa a extensão do acesso aos voos domésticos a pessoas de baixa renda e a abertura de novas rotas domésticas sustentáveis.

A primeira das seis aeronaves, segundo o responsável, chega hoje, segunda-feira, 29, facto que marcará uma nova era na companhia aérea de bandeira nacional, no que respeita a estratégia comercial de voos “low cost”.

Já o diretor comercial da TAAG, Carlos Von Hafe, garantiu que o custo de operação deste tipo de aeronave atinge uma redução de cerca de 30%, uma diferença que se refletirá diretamente no preço final dos bilhetes de passagens domésticos.  

Assim sendo, gestor referiu que a primeira aeronave começa a operar na segunda semana do mês de Julho, reforçando as rotas Luanda/Dundo/

Saurimo/Luena e Menongue, com projecções de novas rotas.

“Uma outra vantagem dessa nova frota é o aumento da frequência de voos para os habituais destinos e, numa segunda fase, na abertura de novas rotas domésticas e regionais”, enfatizou.

Segundo Carlos Von Hafe o processo de recepção das aeronaves das seis é progressivo e que fica completo até ao final do corrente ano.

O responsável explicou ainda que a Dash-8400 turbo hélice é uma aeronave moderna, com 74 lugares dos quais 10 em classe executiva. É de fabrico canadiano da De Havilland of Canada Limited.

Em relação a marca TAAG, avançou o gestor, sofreu algumas alterações, sendo que o fundo de cor laranja deu lugar ao vermelho, a fonte da palavra TAAG deixa se ser negrita e a Palanca Negra surge com linhas mais finas no seu circular.

Perante a nova frota, a empresa capacitou, em Novembro último, 72 técnicos de manutenção, 42 pilotos, 36 comissários de bordo e quatro oficiais de operações de voo, com formadores da Flytah ( Canadá) e da Ethiopian Arlines, com sessões práticas “on job”

A TAAG atende actualmente mais de 12 destinos domésticos e vários internacionais, em África, na América do Sul, do Caribe, na Europa e na Ásia, com uma frota de 10 aviões, quatro do tipo 737-700, seis 777-300 e 777-200.

7
Assine a Revista Digital - Economia & MercadoAssine a Revista Digital - Economia & Mercado