3
1

Terminal multiusos do Porto de Luanda recebe primeiras intervenções

A DP World, empresa que beneficiou do contrato de concessão para a gestão do Terminal Multiusos (TMU) do Porto de Luanda, nos próximos 20 anos, começou a intervencionar o terminal.

1
2
Fotografia
:
DR

Trata-se, de acordo com um comunicado da empresa, entre outras, acções potenciadas pela aquisição de novos equipamentos como 30 camiões, oito empilhadores de longo alcance, quatro manipuladores vazios, e quatro empilhadoras.

A empresa pretende, igualmente, a par da compra dos meios citados, construir novas instalações para o pessoal e incorporação de gruas Rubber Tyred Gantry (RTGs) na frota do terminal, que de resto serão as primeiras do género no Angola.

Segundo o documento da DP Word Luanda, as RTGs melhoram, em grande medida, a eficiência da operação, são mais benéficas para o ambiente e permitem uma melhor utilização da área total do terminal.  

No âmbito da sua política de sustentabilidade e responsabilidade social, por outro lado, empresa pretende investir em projectos comunitários que tenham impacto positivo na comunidade local, embora o comunicado não especifica.

Foi nomeado como CEO da DP World Luanda, Francisco Pinzón, cidadão panamiano, com mais de 20 anos de experiência em operações e gestão portuária.

De acordo com o documento distribuído à imprensa, o gestor já trabalhou nos portos do Panamá, Bahrein, Peru, Geórgia, Djibuti e Argélia, tendo ingressado na DP World em 2016 como COO da DP World Djibuti e em 2018 foi nomeado director de Excelência Operacional para África e Médio Oriente, entre outras responsabilidades.

Segundo Francisco Pinzón, a empresa irá aproveitar sua experiência internacional como é o caso da tecnologia e das capacidades da sua cadeia de fornecimento ao serviço do novo projecto, para que “o terminal aumente substancialmente a sua produtividade e os seus resultados”.

Por outro lado, o CEO da DP Word Luanda, disse que deu-se início ao “processo de integração do pessoal local na DP World Luanda”, sendo que em “breve começaremos a implementar novos programas de formação e de desenvolvimento profissional, bem como a construir novas instalações e a instalar novos equipamentos".

A DP World Luanda vai investir 190 milhões de dólares na melhoria do Terminal para o transformar num importante entreposto comercial da costa sudoeste africana.  O terminal é a oitava instalação portuária actualmente gerida e operada pela DP World na região de África e Médio Oriente. Desta forma, a DP World Luanda contribuirá activamente para o desenvolvimento económico e social do país.

7
Assine a Revista Digital - Economia & MercadoAssine a Revista Digital - Economia & Mercado