3
1

Venezuela. Nicolás Maduro pede “lealdade absoluta”

O Presidente eleito da Venezuela, Nicolás Maduro apelou, esta semana, às Forças Armadas Bolivarianas (FAB) a manterem-se leais ao Governo que dirige desde a morte de Hugo Chaves.

1
2
Redacção
Fotografia
:
DR
Redacção

“Chamo as FAB a unirem-se cada vez mais ao povo e à lealdade absoluta e a ter presente o provérbio do coração, que diz: leia sempre, traidores nunca. Junto do povo, sempre. Junto da Constituição”, disse.

Nicolás Maduro desmentiu, no entanto, as alegadas intenções de abandonar o poder e refugiar-se em Cuba, como avançou o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo.

“Dizia Mike Pompeo que eu, Maduro, tinha um avião ligado, para ir para Cuba, para fugir e que os russos me fizeram descer do avião proibiram-me abandonar o país. Senhor Pompeo, por favor, que falta de seriedade”, retribuiu o Presidente da Venezuela.

De acordo com Maduro, uma “intervenção militar, o golpismo, um confronto armado não são o caminho para a Venezuela. Os venezuelanos têm de resolver as diferenças em paz, respeito mútuo, sob a premissa da liberdade constitucional” que desfrutam.

7