3
1

Zango 5. Inscrições marcadas por debilidades no site

O processo de inscrições via internet para compra ou arrendamentos de casas no Zango 5, que arrancou esta semana, foi marcada por sucessivas quebras de sinal no site da Imogestin.

1
2
Redacção_E&M
Fotografia
:
DR
Redacção_E&M

Os cidadãos enfrentaram tais dificuldades no acto da escolha da tipologia de habitação, na selecção do projecto habitacional, na indicação do município de residência, e como era previsível em processos desta natureza, verificou-se igualmente erros no momento de envio das respectivas candidaturas.

Além do fraco sinal da Internet, centenas de cidadãos, ávidos em conseguir efectuar a operação, preferiram suportar os constrangimentos verificados na plataforma disponibilizada pela Imogestin na expectativa de realizar o tão esperado sonho da "casa própria".

Neste sentido, há quem teve de ficar várias horas acordado durante a madrugada para conseguir inscrever-se no site que parecia não suportar a demanda de solicitações de adesão, que excederam as residências disponíveis para a venda pela Imogestin. Um exemplo claro deste acto, cita a Angop, foi vivenciado pelo cidadão António Neto que tentou a sorte a partir da meia noite desta segunda-feira, mas só conseguiu concretizar o processo quando eram 4 horas da manhã do referido dia, depois de muita insistência. Já a candidata Claudete Ferreira não teve a mesma sorte, apesar de ter ficado acordada da meia noite às 5 horas da manhã, e ter insistido inúmeras vezes.

Por outro lado, o porta-voz da Imogestin, Mário Guerra, afirmou, a propósito das ocorrência registadas no site da empresa, e que prejudicaram muitos cidadãos, que a imobiliária está a trabalhar com a empresa que desenvolveu o site de candidaturas para apurar as razões que estão na base das falhas constatadas pelos candidatos, desde o início do processo.

Mário Guerra, que falava em declarações à Rádio Luanda, disse que a qualquer momento a Imogestin vai convocar uma conferência de imprensa para explicar as razões dos constrangimentos registados durante o primeiro dia de inscrições.

No entanto, o porta-voz apelou à tranquilidade dos interessados, tendo em conta que as inscrições vão continuar até ao dia 05 de Fevereiro, tal como programado.

“Quem ainda não conseguiu fazer a sua inscrição poderá fazê-lo mais tarde, pós o processo não obedece a uma regra de precedência. Todas as candidaturas que forem submetidas até ao dia 05 de Fevereiro irão merecer uma análise e depois será feito um sorteio”, explicou.

Para esta fase, estão disponíveis 2.390 habitações, das quais 320 vivendas T3 isoladas, 452 vivendas geminadas e mil e 618 apartamentos, distribuídos em três modalidades, designadamente, arrendamento urbano, propriedade resolúvel e pronto pagamento.

A modalidade de arrendamento urbano reserva mil e 939 residências, sendo 134 vivendas T3 isoladas, 302 vivendas geminadas e mil e 503 apartamentos.

Para propriedade resolúvel estão disponíveis 411 casas (146 vivendas T3 isoladas, 150 vivendas geminadas e 115 apartamentos). Na modalidade de pronto pagamento estão apenas disponíveis 40 vivendas isoladas.

7