3
1

9ª edição dos Prémios SIRIUS abre inscrições a todas as empresas do país

Stélvia Lucala
13/1/2023
1
2
Foto:
Isidoro Suka

A iniciativa é da Deloitte Angola e visa reconhecer as boas práticas de gestão das organizações, dos empresários, empreendedores e gestores, contribuindo para uma cultura organizacional de excelência.

As candidaturas para a 9ª edição dos Prémios SIRIUS estão abertas desde hoje até ao dia 13 de Fevereiro do corrente ano. Pela primeira vez, em nove anos, as candidaturas estão abertas à todas as empresas que operam no país, desde que cumpram com os requisitos dispostos no regulamento disponível no site da instituição.

A informação foi avançada esta quinta-feira, 12 de Janeiro, em Luanda, pelo presidente da Deloitte Angola, José Barata, durante a apresentação da 9ª edição.

O gestor explica que estão excluídas todas as organizações que tenham dívidas com as entidades fiscais, segurança social ou que possuam créditos em mora na central de riscos do Banco Nacional de Angola, com as instituições financeiras, bem como a existência de processos judiciais com condenações.

Na ocasião, José Barata convidou o sector empresarial angolano a apresentar as suas candidaturas nas diversas categorias de prémios que compõem a 9ª edição.

A avaliação dos candidatos incidirá sobre oito categorias, designadamente Prémio Empresa do Ano do Sector Financeiro, Prémio Empresa do Ano do Sector Não Financeiro, Prémio Empreendedorismo, Prémio de Responsabilidade Social, Prémio de Sustentabilidade, Prémio Gestor do Ano, Prémio Programa Desenvolvimento Digital/Tecnológico e Prémio Programa de Desenvolvimento do Capital Humano.

Barata avançou que os nomeados serão anunciados na primeira quinzena de Março e os vencedores serão conhecidos na gala de entrega de prémios, no dia 30 do mesmo mês, em Luanda.

A presidente do júri, Primeira Dama da República, Ana Dias Lourenço, disse ser “importante que reconheçamos o bem fazer, a excelência, a dedicação, a resiliência e a evolução da nossa sociedade, porque esta iniciativa não se centra em Luanda sendo uma oportunidade de reconhecimento e promoção para todo país”.

“Esperamos receber candidaturas de todas as províncias, queremos avaliar e destacar o que de melhor se faz em Angola e sabermos o quanto potencial existe”, rematou.

A Mesa do júri, presidida pela Primeira Dama da República, Ana Dias Lourenço, é constituída por mais seis individualidades, entre académicos, políticos e empresários, nomeadamente, José Octávio Van-Dúnem, Noelma Viegas d’Abreu, Francisco Queiroz, Paula Simons, Armando Manuel e Aia-Eza da Silva.

Última edição

Na última edição dos prémios Sirius foram vencedores na categoria Prémio Gestor do Ano, Arnaldo Lago de Carvalho, da Octomar e  Coutinho Nobre Miguel, do Banco SOL, ao passo que na categoria Prémio Empreendedor do Ano, Adérito Areias, do Complexo Agropecuário Caviombo, Erickson Mvezi, Patrice Francisco e Wilson Ganga, ambos da Tupuca, foram os contemplados.

O Prémio Empresa do Ano - Sector Financeiro foi para o Standard Bank de Angola, o Prémio Empresa do Ano - Sector Não Financeiro foi para a  NCR Angola e Prémio Melhor Relatório de Gestão e Contas - Sector Financeiro foi pata Banco de Fomento Angola.

Ainda nesta senda, o Prémio Melhor Relatório de Gestão e Contas - Sector Não Financeiro, foi para transportadora nacional, TAAG – Linhas Aéreas de Angola.

O Prémio Melhor Empresa Exportadora recaiu para o Grupo Boavida, o Prémio Melhor Investimento Directo Estrangeiro, para Carnes Valinho e o Prémio Melhor Programa de Desenvolvimento do Capital Humano foi para a empresa de telefonia móvel Unitel, sendo que o Prémio Melhor Programa de Responsabilidade Social foi para a Refriango.