3
1

A Sonangol que nasce da regeneração

Depois de os membros do Conselho de Administração da Agência Nacional de Petróleo e Gás (ANPG) terem tomado posse em Fevereiro último, a Sonangol deixou de ser a concessionária oficial de petróleos.

1
2
Fotografia
:
Arquivo

Assim, o novo organismo, liderado por Paulino Fernando de Carvalho Jerónimo, assume a tarefa de regular, fiscalizar e promover a execução das actividades petrolíferas, pelo que o registo de vendas de petróleo bruto deixa de ser feito pela Sonangol.

Com efeito, as receitas arrecadadas pelo Grupo Sonangol, que em 2018 atingiram os 17,7 mil milhões de dólares norte-americanos, incluem assim 50,1% de vendas de petróleo que cabem agora à ANPG, um valor de 8,9 mil milhões de dólares que resultou da exportação de 126 milhões de barris de petróleo, entregues à concessionária pelas operadoras ao abrigo dos Contratos de Partilha de Produção. Pela venda do petróleo, a Sonangol terá ficado com 445 milhões de dólares dos 8,9 mil milhões, uma vez que fica com 5% do valor arrecadado.


Leia mais na edição de Abril de 2019

Economia & Mercado– Quem lê, sabe mais!

7