3
1

Agência Moody's coloca Banco Economico em situação de revisão

Dados da Agência de Notação Financeira Moody's dão conta que o Banco Económico (BE) tem uma falta de capital superior a 50% dos activos mediante o risco.

1
2
Cláudio Gomes
Fotografia
:
DR
Cláudio Gomes

A cifra, que representa a falta de capital superior a 50% dos activos,de acordo com informações da agência de notação financeira, representa cerca de 1,3 mil milhões de dólares, quase 1,1 mil milhões de Euros.

Segundo os números avançados através de uma nota publicada pela Moody's, colocam o "rating" do  Banco Económico em revisão para uma descida, devido os atrasos na recapitalização do antigo Banco Espírito Santo Angola que resultam da complexa estrutura de governação.

"A colocação dos ratings do Banco Económico em revisão, para uma descida, surge no seguimento dos contínuos atrasos na conclusão da recapitalização do banco", informou, recentemente, a Angop, citando uma nota da agência publicada pela Lusa.

Para a  Mooyd's, o atraso na recapitalização atempada desse banco é um assunto de governação, reflectindo a complexa estrutura institucional e de governação.

O BE resultou da extinção do Banco Espírito Santo (BESA), em 2014, e, nos últimos anos, tem estado sujeita a uma significativa reestruturação incluindo mudanças na gestão e no Conselho de Administração, sendo agora controlado pelo grupo estatal angolano Sonangol.

No entender dos analistas da Moody's, por exemplo, a colocação do “rating” do banco em revisão para uma possível descida reflecte a incerteza relativamente aos prazos da potencial recapitalização do banco, no seguimento de adiamentos contínuos deste processo.

A “Moody's Investors Service”, muitas vezes referido como Moody's, é uma subsidiária de classificação de crédito de títulos da Moody's Corporation, representando a linha de negócios tradicional da empresa e seu nome histórico. Está sedeada em New York, nos Estados Unidos da América.

O Rating, por sua vez, é uma nota que as agências de classificação de risco de crédito atribuem a um emissor, pode ser um país, empresa ou banco, de acordo com sua capacidade de honrar uma dívida. Serve para que investidores saibam o  nível de risco dos títulos de dívida que estão adquirindo.

7
Assine a Revista Digital - Economia & MercadoAssine a Revista Digital - Economia & Mercado