3
1

Angola. Grupo Toyota pretende construir linha de montagem de viaturas

O grupo japonês Toyota Tsusho Corp estima em 200 milhões de dólares o financiamento necessário para montar uma linha de montagem de viaturas Toyota em Angola, afirmou o vice-presidente, Hideki Yanaz.

1
2
Redacção
Fotografia
:
DR
Redacção

A informação foi avançada, recentemente, no Japão, a margem de uma reunião entre o vice-presidente do Grupo Toyota, Hideki Yanaz e o Presidente da República de Angola, João Lourenço.

De acordo com a Angop, o repto para a eventual construção de uma linha de montagem de viaturas em Angola foi lançado pelo Presidente da República, João Lourenço, durante uma audiência que concedeu a Hideki Yanaz, à margem da Sétima Conferência Internacional de Tóquio Para o Desenvolvimento de África (TICAD7).

No final da audiência, o presidente do grupo Toyota, Hideki Yanaz, disse aos jornalistas presentes no local, que os 200 milhões de dólares serviria para a aquisição dos espaços e para a construção da linha de montagem, bem como para construção ou compra de edifícios para escritórios.

Numa primeira fase, sublinhou o homem de negócio, seria criada uma linha de montagem para viaturas e depois avançar para uma fábrica de peças sobressalentes para o mercado interno.

No encontro, o Presidente angolano, João Lourenço, abordou com o presidente do grupo Toyota, sobre os projectos que a empresa japonesa está a desenvolver em Angola, nomeadamente a recuperação, modernização e expansão do porto do Namibe.

O presidente da Toyota, no entanto, afirmou que o porto é um projecto em que o grupo está empenhado há já algum tempo, frisando que, se tudo correr bem, a partir do primeiro trimestre de 2020 iniciam-se os trabalhos da fase mais avançada do empreendimento que começou a ser recuperado em 2007.

7